Dislexia e Neuropsicologia
21 agosto 2017 |
Compartilhe:

A dislexia é um transtorno do neurodesenvolvimento e está relacionada a dificuldades de leitura. No entanto, não podemos classificar todos que não leem fluentemente como disléxicos. A dislexia ocorre em vários países e pode ocasionar, em alguns casos, ansiedade, depressão ou abando escolar, em função da frustração e experiências negativas do transtorno.

Na escola é onde as dificuldades leitoras aparecem e podem ser diagnosticadas ou não como dislexia. Algumas dificuldades de leitura ou atrasos podem corrigir-se espontaneamente no decorrer do desenvolvimento. Geralmente, os sintomas aparecem no ensino fundamental, com a aprendizagem da leitura e escrita, e podem ocorrer também alguns sinais na educação infantil. A aprendizagem da leitura é formada por vários processos, que incluem a linguagem falada aprendida. A dislexia ocorre em pessoas com inteligência normal.

Como em ouros casos, o diagnóstico necessita da participação de vários profissionais (é multiprofissional), como médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, neuropsicólogo e neurologistas. A avaliação neuropsicológica auxilia na identificação de habilidades cognitivas, com problemas ou não. Essa avaliação, além de auxiliar no diagnóstico, ajuda no rendimento/aprendizado escolar e na direção da reabilitação. A reabilitação/intervenção está relacionada à dificuldade específica de cada indivíduo, e quais habilidades podem ser reforçadas.

 

Mônica Gonçalves

Psicóloga CRP/RS 26549