Lentes de contato dentais: alta tecnologia na odontologia estética
17 setembro 2017 |
Compartilhe:

 

O que são as lentes de contato dentais?

Lentes de contato dentais nada mais são do que facetas cerâmicas realizadas com cerâmicas injetadas que proporcionam maior resistência e resultados mais estéticos com uma espessura muito inferior aos laminados, que eram realizados há alguns anos atrás.

As facetas cerâmicas, laminados ou lentes de contato dentais são restaurações dentárias realizadas em casos específicos, e trazem resultados incríveis quanto à durabilidade, estética e naturalidade do sorriso. São realizadas escaneando os modelos em gesso ou diretamente na boca do paciente e enviadas para o laboratório que, com auxílio de uma fresadora eletrônica 3D, realiza todo o processo através de um programa de computador.

Qual a grande vantagem das lentes de contato dentais em relação às facetas?

A grande vantagem das lentes de contatos dentais é a necessidade de um menor desgaste dentário na sua confecção, conservando a estrutura natural do dente do paciente. Por esse motivo, acabaram entrando em evidência, e este é atualmente um dos procedimentos mais procurados nos consultórios odontológicos.

Quais as indicações das lentes de contato dentais?

  • Aumento do tamanho dos dentes para pacientes com diastemas (espaço entre os dentes);
  • Dentes com alteração significativa da cor, não sendo possível a correção pelo clareamento;
  • Dentes que sofreram muitos desgastes ao longo da vida;
  • Dentes com fraturas por traumas;
  • Alterações de forma/tamanho de dentes (incisivos laterais conóides);
  • Pacientes insatisfeitos com tamanho, formato, cor e que não estão contentes com seu sorriso.

Qual a quantidade de desgaste dentário necessária para o preparo das lentes de contato?

Vai depender muito da situação do dente do paciente e do nível de alteração desejado. O preparo para realização deste trabalho poderá ser muito invasivo quando não se quer nenhuma projeção do lábio ou quando existe uma alteração significativa da cor do dente. Porém, pode ser praticamente insignificante – com pouquíssimos desgastes em casos de fechamento de diastemas, por exemplo.

Portanto, o profissional deverá realizar uma análise específica de cada caso, realizando um ensaio com material provisório e simulando o resultado junto com o paciente a partir de um enceramento. Sendo assim, será possível definir a melhor forma para a realização deste procedimento e alcançar o resultado esperado pelo paciente.

 

Consultório Dentário Trevizani

Rua General Osório, 1032, sala 301 – Ibirubá

Fone 3324-4858

 

(foto: Reprodução)