Quinze de Novembro
Administração encerra ano: “sensação de dever cumprido”
30 dezembro 2017 | Quinze de Novembro
Compartilhe:

Quinze de Novembro vê muitas conquistas e realizações durante o ano de 2017. A Reportagem do VR conversou com o prefeito Gustavo Stolte e o vice prefeito Paulo Prante, que falaram sobre conquistas e projetos. Os dois se dizem felizes e satisfeitos, pois conseguiram cumprir rapidamente com boa parte do que propunha o seu plano de governo, mas ainda há aspectos a serem melhorados.

Dentre as principais ações da administração está a diminuição da estrutura e máquina pública, inclusive cargos de confiança (CCs). Não foram nomeados secretários de Educação, de Administração e Planejamento, de Turismo, Cultura e Meio Ambiente e assessor pedagógico. Com isso, houve diminuição na folha de pagamento, de 47% para 44% do orçamento (R$ 600 mil anuais em um orçamento de R$ 20 milhões). Não houve reajuste no salário do prefeito e vice-prefeito; alguns contratos foram congelados. A economia permitiu implantar o plantão hospitalar gratuito (que já realizou mais de 2 mil atendimentos desde janeiro) e intensificar obras.

No período ocorreu a liberação de várias emendas parlamentares encaminhadas pela administração anterior e a obtenção de outras para obras estruturantes, como o calçamento em Sete de Setembro. Na Secretaria de Obras foram 1150 protocolos atendidos, com apenas 210 pedidos pendentes. Foi feito o passei público na Rua Alberto Schmidt, reforma na Escola de Santa Clara, pintura na Casa Mortuária e demais prédios públicos, construção de três casas e duas pontes, reforma na Praça Clara Saft, além da preocupação constante em manter a cidade bem cuidada e limpa.

Houve ainda a perfuração de três poços artesianos em Sede Aurora, Linha Jacuí e Santa Clara; reformas de máquinas e implementos e aquisição de caminhão cavalo e prancha; a instalação de mais três pontos de videomonitoramento; a construção do Centro de Eventos, através de emenda parlamentar do deputado Darcísio Perondi (PMDB); e a Patrulha Agrícola.

Destaque para a retomada da Expoquinze (8 a 10/12), sucesso de público e vendas, com entrada franca.

Projetos para 2018

Guto afirma faltam detalhes a serem ajustados. Entre os projetos previstos está o passeio público na Rua Dona Etelvina, melhorias na iluminação pública, asfalto com ciclovia até Esquina Hetzel (e depois, até Sede Aurora, custeado com emenda parlamentar e via Badesul); reforma do Posto de Saúde (projeto já concluído), aquisição de um caminhão toco (R$ 227 mil) e de uma nova van.

Existe proposta de melhorias na infraestrutura da rede municipal de ensino, projeto realizado por Paulo Prante e que deve ser anunciado pelo mesmo em janeiro; a venda de terrenos em Sede Aurora para investimentos na área industrial do município; e o recadastramento imobiliário através de fiscalização por imagens, para incremento na receita.

Conforme Guto, nos primeiros dias serão realizadas reuniões para avaliação do primeiro ano: “Assim como há vários acertos, também há erros que não pretendemos repetir”, disse Guto. Citou também a retomada de projetos culturais e de valorização do turismo local, que alavanca a economia do município.

São entendidos como problemas a situação irregular dos condomínios na orla da barragem, sob cobrança do MP, e o abastecimento de água. “Hoje, cobramos R$ 42 de taxa única para consumo de água, e 40% da população não paga, tem muita inadimplência. É um problema que teremos de enfrentar e regularizar esta situação para que haja consumo consciente e equilibrado. Em novembro, aumentou R$ 11 mil de luz, pois as bombas não vencem bombear água para as casas. Viramos o ano com 15 mil pessoas dentro do município e temos 500 casas na beira do Alague, precisamos regularizar estas situações”, afirmou.

Por fim, Guto encerrou dizendo que sabia que teria de enfrentar dificuldades, mas que, embora a situação seja ruim para todos os municípios devido à ausência de repasse de recursos estaduais e federais, deve-se extrair disso o lado bom para querer fazer mais e ainda melhor. “Estou feliz de um modo geral, pois temos uma equipe trabalhadora e comprometida, e isso é de suma importância. Imaginei que seria muito mais difícil e estou feliz por todas as conquistas obtidas até agora, mas, sei que podemos fazer mais, e o cenário de perspectivas para o próximo ano é animador: pretendemos fazer ainda mais pela nossa Terra das Águas”, finalizou.