Agricultura Familiar: Coopeagri amplia área e investe na diversificação
28 agosto 2018 |
Compartilhe:

No mês de fevereiro, a Cooperativa de Pequenos Agropecuaristas de Ibirubá – Coopeagri começou a construir um entreposto de recebimento de ovos coloniais junto aos silos de recebimento de grãos, na ERS 223. A ideia é incentivar as famílias associadas na organização e formalização da produção deste produto. O investimento é da ordem de R$ 500 mil

A estrutura contará com escritório (anexo) de 52m², o entreposto de 80m² e uma central de distribuição de 290m². No local serão realizadas as atividades de recepção, lavagem, secagem, ovoscopia, classificação e embalagem do ovo colonial e distribuição para o mercado varejista e atacadista, bem como a comercialização direta (ovoscopia é a análise dos ovos através de uma luz, procedimento de triagem que permite identificar possíveis anomalias nos ovos).

Produção de ovos: previsão é entreposto atendendo 30 famílias que até 2020

O projeto de produção de ovos coloniais vem sendo discutido desde 2017 com o apoio, orientação e acompanhamento da Emater e da Prefeitura – com a tecnologia de produção no sistema colonial e a orientação sobre a legislação sanitária para o registro, respectivamente.

Levantamento da Emater indica que Ibirubá possui dezenas de pequenos proprietários rurais que produzem ovos para além do consumo próprio. Este excedente é comercializado de maneira informal no mercado, seja diretamente ou na feira semanal. O empreendimento da Coopeagri tem então o objetivo de auxiliar na formalização desta atividade.

A cooperativa conta com um médico veterinário para apoiar os produtores. Além da responsabilidade técnica sobre os aviários, ele também coordenará as ações de fomento e a assistência técnica.

Cada aviário terá registro individual na Inspetoria Veterinária do município, que é vinculada à Secretaria da Agricultura do RS, efetivado via Coopeagri.

Comercialização – A cooperativa contratou uma empresa de comunicação e marketing que desenvolverá a marca e as embalagens, e, posteriormente, auxiliará na pesquisa de mercado e canais de venda, especialmente na identificação dos nichos de mercado. O ovo colonial é um produto com características diferenciadas do ovo de granja.

Com relação a metas de produção, estima-se o seguinte para um período de três anos subsequentes à implantação do projeto:

 

Projeto em execução

Em abril, a Coopeagri recebeu a máquina lavadora e classificadora de ovos por peso, investimento de quase R$ 120 mil. A máquina tem capacidade de 5.400 ovos/hora. A pesagem feita através de balança mecânica, de maneira simples e eficiente. É compacta e possui ovoscopia, lavadora e secadora de ovos.

A construção do prédio do entreposto de ovos deve começar já nos próximos dias. O início da operação está previsto para novembro.

Proposta leva em consideração os seguintes aspectos:

1) É uma atividade já desenvolvida por vários associados (ainda que informal), portanto, já dominam os aspectos tecnológicos;

2) A atividade permite utilizar infraestrutura e materiais já existentes na propriedade, como um galpão utilizado noutra atividade, o que diminui o valor do investimento inicial;

3) Pouca demanda de mão-de-obra e tarefas com baixo nível de esforço físico (baixa penosidade);

4) Considerável consumo per capta frente a produção;

O projeto deverá aumentar a renda das famílias associadas através de novas atividades produtivas no meio rural, agregando a renda familiar dos agricultores, contribuindo para a melhora na qualidade de vida do associado e da sociedade.

Obras estão bem adiantadas: