Ibirubá
Casos de dengue saltam para 9 em Ibirubá
30 abril 2020 | Ibirubá
Compartilhe:

Em março, a Dengue chegou em Ibirubá. Agora os casos confirmados de dengue em Ibirubá saltaram de 6 para 9 em uma semana. Além disso outros sete casos ainda estão em análise para doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. O balanço foi divulgado pela Vigilância Epidemiológica do município nesta semana. A Secretaria de Saúde do município já notificou 20 casos. A ordem é evitar locais que possam permitir a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Em meados deste mês de abril, o Departamento de Combate às Endemias, através dos Agentes de Combate às Endemias, criou uma página na rede social Facebook para transmitir informações acerca das questões endêmicas do município.

Mesmo o poder público municipal realizando ações de prevenção e combate contínuos, ainda alguma parcela da comunidade não entendeu ou não está fazendo a sua parte.

Ações de combate

Para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura anunciou uma série de ações nas duas regiões mais afetadas pela doença, que inclui um mutirão de limpeza e orientação além da desinfecção das áreas afetadas.

Uma das medidas ainda é a visita dos sete Agentes de Combate às Endemias nos bairros da cidade. Segundo a responsável, enfermeira Gabriela Ely, é grande o volume de materiais depositados em locais indevidos encontrados nas visitas. Vale destacar que a prefeitura de Ibirubá, desde abril do ano passado até hoje, já realizou 14 cronogramas do roteiro de recolhimento de entulhos.

Outra ação realizada foi no pátio da Associação de Catadores Cidadania Sustentável de Ibirubá. A Associação realiza um trabalho primordial de separação e reciclagem do lixo produzido no município. O setor de Endemias, em conjunto com a Prefeitura Municipal, Secretaria de Saúde, Secretaria de Obras, Agricultura e Meio Ambiente, realizou um trabalho de limpeza do pátio, para evitar o acúmulo de água e poluição do meio ambiente.

Sintomas e tratamento da Dengue:

Os principais sintomas da dengue são: febre acima de 38,5º, dores musculares intensas, dor atrás dos olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça intensa e manchas vermelhas no corpo. Podendo manifestar todos ou alguns dos sintomas de forma mais leve ou intensa. A forma mais grave da doença é a dengue hemorrágica que pode levar à morte.

O tratamento da dengue é realizado de forma a aliviar os sintomas, durante o ciclo da doença que é de aproximadamente 10 dias. As recomendações são: fazer repouso, beber bastante água, e tomar somente os remédios indicados pelo médico.

Como prevenir:

A maneira eficaz de combater a dengue é evitar a disseminação do mosquito transmissor, eliminando todos os focos de água parada nas residências.

O setor de Endemias orienta:

  • Faça a sua parte e separe corretamente o lixo em todo lugar que frequentar;
  • Todo material que esteja jogado a céu aberto e que possibilita o acúmulo de água, favorece na proliferação do mosquito Aedes aegypti;
  • Não descarte sucatas, entulhos (sofás, colchões, madeiras, pneus, etc) ou quaisquer materiais que não sejam recicláveis nas mediações da Associação;
  • Os colaboradores estão utilizando os EPI’S necessários para recebê-los.
  • O horário de funcionamento da Associação acontece: de segunda à sexta-feira, a partir das 8:00hrs até às 18:00hrs, sem fechar ao meio dia, e nos sábados, das 8:00hrs às 12:00hrs, caso queiram descartar os materiais diretamente na Associação.
  • atenção, respeito e colaboração que partem de nós são indispensáveis na busca por um planeta sustentável e saudável.


Aedes aegypti: novo cronograma de contêineres nos bairros

O Boletim Epidemiológico da Endemia de Dengue, em Ibirubá, publicado no dia 29/04, informou que o município já tem nove casos confirmados da doença e mais sete estão em análise. Combater o mosquito Aedes aegypti é a única forma de prevenir uma epidemia da doença em Ibirubá.

A Secretaria Municipal de Saúde desde março do ano passado tem realizado esta iniciativa de disponibilizar contêineres, gratuitamente, à comunidade através de um roteiro nos bairros da cidade. “São sete Agentes de Combate às Endemias que trabalham diariamente, visitando todos os bairros da cidade. Conforme o volume de materiais encontrados em locais indevidos, averiguados nas visitas, disponibilizamos contêineres nos bairros para o descarte correto de materiais que possam acumular água, um local ideal para a procriação do mosquito. Desde abril do ano passado até hoje, já foram realizados 14 cronogramas do roteiro”, enfatizou a coordenadora do Departamento, enfermeira Gabriela Ely.

Mais um período de cedência das caçambas está disponível para a comunidade fazer a sua parte: revisar sua residência/seu estabelecimento e retirar do local todo e qualquer material que possa vir acumular água. De 28/04 a 02/06, os contêineres estarão nos seguintes locais dos bairros no Roteiro nº 15:

JARDIM – 28/04 a 01/05: * Rua Rio de Janeiro esquina com Rua Ida Berlet (ao lado da Igreja) * Rua Porto Alegre (Praça Ida Berlet) * Rua Theodoro Fredrich esquina com Rua Duque de Caxias * e Rua Ida Berlet (entre as Ruas Francisco Weber e Henrique Berlet)

HERMANY – 01 a 05/05: * Rua General Osório esquina com Rua Ciríaco Soares da Silva * Rua Deputado Cícero do Amaral esquina com Rua Carlos Kloh * Rua Eva dos Santos Depellegrins esquina com Rua Leopoldo Jost (Loteamento Coohabi) * e Rua Affonso Thiesen esquina com Rua Leopoldo Jost (Loteamento Coohabi)

PROGRESSO – 05 a 08/05: * Rua Monteiro esquina com Rua Amapá * Rua Barra do Corda esquina com Rua Amapá * Rua Antônio Alfredo Schwartz esquina com Avenida Fortaleza * e Rua Firmino de Paula esquina com Rua Bahia

ODILA – 08 a 12/05: * Rua Mauá esquina com Rua Dourados * Rua Profª Érica Kanitz esquina com Rua João Thiesen * Rua Flores da Cunha (entre as Ruas João Thiesen e Vitório Caponi) * e Rua Serafim Fagundes (entre as Rua General Câmara e João Thiesen)

SANTA HELENA – 12 a 15/05: * Rua Vitório Caponi * Rua Gernot Schmidt esquina com Travessa Dona Minda * Rua Octaciano Faria Sobrinho esquina com Rua João Carlos Licks * e Rua Francisco Emílio Trein esquina com Rua Diniz Dias

CENTRO – 15 a 19/05: * Rua do Comércio esquina com Rua Araras * Rua Firmino de Paula (entre as Ruas Henrique Roetger e Mauá) * Rua 3 de Outubro (entre as Ruas Barão do Rio Branco e Serafim Fagundes * Rua Tiradentes esquina com Rua General Osório

PLANALTO – 19 a 22/05: * Rua Jacob Schweig Filho esquina com Rua Mérito * Rua Paulina Streit esquina com Rua Gramado * Rua Jacarandá esquina com Rua dos Pinhais (Esperança) * Rua Cedro esquina com Rua Guajuviras (Esperança)

FLORESTA – 22 a 26/05: * Rua 3 de Outubro esquina com Rua Carlos Soares * Rua Feliz esquina com Rua Torres * Rua Valença (entre as Ruas dos Imigrantes e Carlos Soares) * e Rua Willy Krames esquina com Rua Francisco Manoel dos Santos

BANGU – 26 a 29/05: * Rua Arnoldo Wollmeister (próximo ao trevo secundário) * e Rua Claudino Thiesen (próximo ao campo de futebol)

SÃO JACOB – 26 a 29/05: * Rua Anna Luft esquina com Rua Dumoncel Filho * e Rua 25 de Julho esquina com Rua Ricardo Kanitz

PÔR DO SOL – 29/05 a 02/06: * Rua Ângelo Câmera esquina com Rua Rodolpho Tauchert * Rua Pitangueira esquina com Rua Horizonte * Rua Roberto Jacob Schumacher esquina com Rua Horizonte * e Rua Jacob Pedro Wink esquina com Rua Theodoro de Breu

“O combate ao mosquito depende do empenho de todos. Se cada um fizer a sua parte, venceremos esta guerra”, vislumbrou o médico da Secretaria, Etiani Messerschmidt.