Coopeagri promoveu tarde de campo voltada à atividade leiteira
15 julho 2017 |
Compartilhe:

A Coopeagri realizou na tarde de quarta-feira (13), em parceria com o IFRS Campus Ibirubá, uma tarde de campo voltada à atividade leiteira, junto à área experimental do Instituto Federal. Conforme o presidente Lecian Conrad, o evento registrou público superior a cem pessoas, as quais obtiveram conhecimentos técnicos em cinco estações, divididas da seguinte forma:

Estação 1 – Manejo da qualidade do leite e seus reflexos na produção (Painelistas Dionéia Magda Everling, médica veterinária com Pós Doutorado em Melhoramento Genético Animal e Raviel Dickel, Técnico em Agropecuária do DEAAGRO IFRS)

Estação 2 – Aspectos gerais do manejo e fornecimento de concentrado e forragens para bovinos leiteiros (Painelista Eliézer José Pegoraro, Zootecnista e Mestre em Zootecnia do IFRS)

Estação 3 – Doenças reprodutivas: o inimigo oculto da reprocução (Painelista Rosana Scapini Zanatta, Médica Veterinária Virbac)

Estação 4 – Secagem da vaca: desafios e impactos na saúde do úbere e o bem estar animal (Painelista Guilherme Borella, Médico Veterinário CEVA)

Estação 5 – Doenças metabólicas no pós parto de vacas leiteiras: como evitá-las? (Painelista Renan Vinicius Pastore, Médico Veterinário Bayer)

Conforme Lecian, o objetivo do evento foi proporcionar aos associados e demais produtores uma atividade onde pudessem compartilhar e também ampliar seus conhecimentos a partir de abordagens práticas do cotidiano na atividade leiteira. “Os temas foram definidos a partir de situações que os produtores enfrentam no dia a dia. E, por este motivo, a avaliação final dos participantes foi amplamente satisfatória”, disse o presidente da Coopeagri.

A atividade foi voltada de forma geral a todos, com participação de produtores de Ibirubá, Quinze de Novembro, Santa Bárbara e Selbach (municípios onde a Coopeagri capta o produto), além de alunos dos cursos Técnico em Agropecuária e Superior em Agronomia do IFRS.

Lecian revelou que a atividade vinha sendo programada a 90 dias e que a infraestrutura disponível no IFRS, adequada para a atividade leiteira, contribuiu significativamente para o seu sucesso. “O evento integrou o Programa de Fomento e Assistência Técnica da Coopeagri, é direcionado especificamente para o acompanhamento sistemático dos produtores de leite associados que entregam leite em nossa cooperativa. Temos nesse programa de fomento à atividade ações individuais em cada propriedade rural e, de tempos em tempos, atividades coletivas com os produtores, dentro das quais se inseriu esta tarde de campo”, explicou o presidente.