Coronavírus
Coronavírus na região
30 abril 2020 | Coronavírus
Compartilhe:

Casos em Passo Fundo continuam aumentando

De acordo com o boletim epidemiológico de quinta-feira (30) da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde (6ª CRS), Passo Fundo tem 152 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) e 11 mortes por causa da doença. O número de recuperados chegou a 28. Ainda de acordo com a 6ª CRS, a taxa de letalidade está em 8,33%.

Dos casos, 18 deles se concentram em um Asilo de Passo Fundo. Em nora o Lar Nossa Senhora da Luz, informou que outros 30 pacientes testaram negativo. Três deles foram levados ao hospital, enquanto os demais estão isolados na instituição.

A instituição afirma, ainda, que uma colaboradora foi afastada em 20 de março por suspeita de Covid-19, e testou positivo depois. Ela não retornou ao trabalho até o momento. Todos os 40 colaboradores também foram testados.

Ainda, 48 dos infectados trabalham no Frigorífico da JBS em Passo Fundo. Conforme nota divulgada, dos 48, 27 foram testados e 21 se enquadram com a doença pelo critério epidemiológico. O MPT ainda registra a morte de quatro parentes de funcionários da empresa. Uma das unidades frigoríficas da empresa foi interditada na sexta-feira (24) após o governo do estado identificar a JBS como um foco de contágio do coronavírus em Passo Fundo.

Com os números, Passo Fundo é a segunda cidade com mais casos e mortes no Rio Grande do Sul, atrás apenas de Porto Alegre. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

Sobe para doze os casos em Carazinho

Foi confirmado nesta semana que o munícipio de Carazinho possui 12 pacientes infectados da doença. Na semana passada eram quatro casos confirmados. São dois o número de recuperados da doença.

As informações foram confirmadas pelo Hospital de Caridade de Carazinho (HCC). Segundo o último boletim epidemiológico da prefeitura carazinhense, o município monitora 108 pessoas em isolamento domiciliar. Além disso, cinco casos suspeitos estão em análise no Lacen-RS, 26 casos foram descartados, sendo que um paciente já está curado. Entre os moradores do munícipio que estão sendo monitorados, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, estão incluídos os 75 funcionários da empresa JBS de Passo Fundo, apontada como um dos focos do Coronavírus na região.

Não Me Toque tem cinco casos

A Secretaria Municipal de Saúde de Não-Me-Toque confirmou na quarta-feira o 5º caso de Coronavírus no município. Trata-se de um homem, de 35 anos, trabalhador de uma empresa. A Secretaria de Saúde está fazendo os levantamentos necessários para identificar e contatar todos que tiveram relação com ele para identificar possíveis novos casos. Nesta semana a vigilância sanitária passará em todas as empresas para que cada uma tenha um protocolo de medidas se no futuro registrarem casos. Os cinco casos até aqui são de pessoas jovens com sintomas leves da doença.

Espumoso registra a primeira morte

O Hospital Notre Dame São Sebastião de Espumoso registrou a primeira morte por Coronavírus. A vítima é uma idosa de 86 anos de Tunas. A paciente internou na tarde de segunda-feira, 27, e apresentou complicações graves da doença ao longo do dia. No final da tarde ela chegou a ser entubada e teve uma piora no quadro ao longo da madrugada, o que causou a morte no início da manhã desta terça-feira. Além da idosa, outras duas pessoas da família (filha e genro) também foram diagnosticas com Covid-19 através de teste rápido. Eles estão em isolamento em casa.

No total Espumoso registra quatro casos da doença. Ao total, já foram 448 notificados, 78 tiveram que ficar em monitoramento e foram testados 12 pessoas, das quais, cinco estão curadas.

Soledade possui 14 casos

A Secretaria de Saúde de Soledade divulgou nessa semana que foram confirmados quatro novos casos de Covid-19 no município de Soledade. Agora, são 14 casos confirmados, sendo sete homens e sete mulheres, com idades entre 20 e 50 anos. Além disso, no total, 39 pessoas foram testadas, 21 descartadas, e outras quatro aguardam resultado do exame. No município dos 14 casos, oito estão recuperados.

Santa Bárbara do Sul registra o primeiro caso

A Secretaria Municipal da Saúde de Santa Bárbara do Sul informou na manhã deste domingo (26) o primeiro caso confirmado de Covid-19. O paciente de 46 anos teve exame coletado na manhã de sexta-feira (24) ao ser internado. Familiares e outras pessoas que tiveram contato devem seguir o monitoramento e cumprirem isolamento social. De acordo com o município, houve uma pré-confirmação pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS). O paciente já está curado.

Saldanha Marinho confirma caso no município

Foi confirmado nesta quarta-feira (29), pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul – LACEN, o primeiro caso de coronavírus no município de Saldanha Marinho. Trata-se de uma mulher de 29 anos que já está em isolamento domiciliar. O isolamento também se estende aos demais familiares.

Cruz Alta possui dois casos de Covid-19

A Vigilância Epidemiológica de Cruz Alta informou que o munícipio possui dois casos de Covid-19. O primeiro caso, notificado, na sexta (23), por um laboratório particular, de um homem de 56 anos, já está curado. O paciente havia retornado viagem de outro Estado e ficou em isolamento por 14 dias, apresentando sintomas leves.

No momento, conforme a Vigilância Epidemiológica de Cruz Alta, o paciente encontra-se assintomático e curado após tomar medicação para os sintomas que estava apresentando, não tendo mais possibilidade de transmissão do vírus. Os familiares e demais pessoas de seu convívio também realizaram o teste e o resultado foi negativo.

A Vigilância municipal já notificou o governo do Estado sobre o caso, porém, como os laboratórios da rede privada estão passando por um processo de validação dos testes, por enquanto o caso não deve ser contabilizado no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Mas para o município, o resultado é considerado válido. Conforme a enfermeira chefe, o paciente não foi retestado pela Vigilância porque o protocolo estadual não prevê nova coleta para esses casos.

O outro caso é de um profissional da área de saúde. O paciente está em isolamento social e não teve a idade e nem outras informações divulgadas.

Brasil bate recorde de mortes por covid-19 em um dia e passa China no número de óbitos

O Brasil bateu novo recorde de mortes em um dia em razão da pandemia do novo coronavírus, com 474. Segundo atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta terça-feira (28), o total subiu para 5.017, aumento de 10,4%. O acréscimo mais alto até então havia sido na quinta-feira (23), quando foram contabilizados 407.

O Brasil chegou a 71.886 pessoas infectadas. Nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 5.385 casos, aumento de 8,1% em relação a ontem, quando foram registrados 66.501 mil pessoas nessa condição. Foi o segundo maior número em um dia, perdendo apenas para o sábado (25), quando foram acrescidos 5.514 novos casos ao balanço.

De acordo com o Ministério da Saúde, deste total, 34.325 estão em acompanhamento (48%) e 32.544 já foram recuperados, deixando de apresentar os sintomas da doença. Ainda são investigados 1.156 mortes.

Desta forma, o total oficial de mortes por coronavírus no Brasil superou os números da China, que, de acordo com a OMS, somou até o momento 4.643 mortes pela doença.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (2.049). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (738), Pernambuco (508), Ceará (403) e Amazonas (351).

Além disso, foram registradas mortes no Maranhão (145), Pará (129), Bahia (86), Paraná (77), Minas Gerais (71), Espírito Santo (64), Paraíba (53), Rio Grande do Norte (48), Rio Grande do Sul (45), Santa Catarina (44), Alagoas (36), Distrito Federal (28), Amapá (28), Goiás (27), Piauí (21), Acre (16), Sergipe (11), Mato Grosso (11), Rondônia (11), Mato Grosso do Sul (nove), Roraima (seis) e Tocantins (dois).

Hoje a equipe do Ministério da Saúde não concede a habitual entrevista coletiva na qual apresenta as análises dos dados e comenta as medidas adotadas para conter a propagação do novo coronavírus no país.

 

RS tem 12 casos não notificados para cada contaminado de Covid-19, aponta pesquisa

Para cada pessoa contaminada pela Covid-19 no Rio Grande do Sul, existam 12 casos não notificados, segundo relatório da pesquisa EPICOVID19 divulgado na quarta-feira (29). O estudo coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), realizou 4.500 testes rápidos na população do RS em 25 e 27 de abril, dos quais seis (0,13%) tiveram resultado positivo (a margem de erro da prevalência varia de 0,05% a 0,29%).

Em Passo Fundo, 500 pessoas participaram do estudo que no município conta com o apoio de pesquisadores da Universidade de Passo Fundo (UPF), Instituto Meridional (Imed) e da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Além de Passo Fundo, também foram realizadas pesquisas em Porto Alegre, Canoas, Pelotas, Caxias do Sul, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Ijuí e Uruguaiana, o que representa 31% da população gaúcha.

Os pesquisadores realizaram 4.500 testes na população do RS, dos quais seis (0,13%) tiveram resultado positivo (considerando que a margem de erro da prevalência varia de 0,05% a 0,29%).  Mesmo que o número de casos positivos seja muito baixo, ele sugere que o número de pessoas com anticorpos pode variar de 5.650 a 32.770 no estado no Estado e que a taxa de letalidade está entre 0.14 e 0.8% (baseado no número de óbitos declarados no RS).

A pesquisa busca estimar o percentual de gaúchos com anticorpos para o vírus; a velocidade de expansão da infecção ao longo do tempo; o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas; e cálculos precisos de letalidade.

No Rio Grande do Sul a primeira fase do projeto, divulgada em 15 de abril, havia apontado sete subnotificações para cada caso confirmado de Covid-19 no RS. A terceira fase ocorre entre os dias 9 e 11 de maio e o próximo resultado deve ser divulgado em cerca de 15 dias.

Aprovado uso de testes rápidos em farmácias

A Diretoria Colegiada (Dicol) da Anvisa aprovou a proposta de realização de testes rápidos (ensaios imunocromatográficos) de anticorpos para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) em farmácias e drogarias. A medida tem caráter temporário e excepcional e visa ampliar a oferta e a rede de testagem, bem como reduzir a alta demanda em serviços públicos de saúde durante a pandemia. No entanto, é importante ressaltar que os testes não têm finalidade confirmatória, servindo apenas para auxiliar no diagnóstico da Covid-19.

Os testes rápidos deverão ser devidamente registrados no Brasil e poderão ser feitos somente em farmácias e drogarias regularizadas pela Agência. A medida não será obrigatória para todos os estabelecimentos, mas os que aderirem deverão adotar as diretrizes, protocolos e orientações estabelecidas pela Anvisa e pelo Ministério da Saúde, tais como:

I – seguir as Boas Práticas Farmacêuticas, nos termos da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 44, de 17 de agosto de 2009;

II – ser realizada por farmacêutico treinado;

III – utilizar os dispositivos devidamente regularizados junto à Anvisa;

IV – garantir registro e rastreabilidade dos resultados; e

V – delimitar fluxo de pessoal e áreas de atendimento, espera e pagamento diferentes para os usuários que buscam os serviços de teste rápido em relação aos que buscam os outros serviços na farmácia.