Educação
Cursos EaD gratuitos do IFRS recebem inscrições
13 dezembro 2017 | Educação
Compartilhe:

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) recebe inscrições, até 15 de dezembro, para cursos gratuitos na modalidade de Educação a Distância (EaD). Mais informações e inscrições no site ead.ifrs.edu.br. A conclusão dos cursos deve ser realizada até dia 31 de dezembro de 2017.

Conheça os cursos:

EXATAS E APLICADAS

Educação Financeira para o Ensino Fundamental (20 horas): apresenta conceitos, exemplos do cotidiano e atividades visando desenvolver conhecimentos financeiros. O requisito é ser estudante do 7º ao 9º ano do ensino fundamental.

Introdução a Polímeros (20 horas): apresenta noções de química orgânica e polímeros. É direcionado para quem está tendo um primeiro contato na área de polímeros/plásticos ou tem curiosidade sobre o assunto. A escolaridade mínima exigida é o terceiro ano incompleto do ensino médio.

Introdução à leitura e interpretação de projetos arquitetônicos (30 horas): voltado a profissionais da área de construção civil, capacita para leitura e interpretação de projetos arquitetônicos no canteiro de obras e no escritório e proporcionará conhecimentos básicos de desenho técnico arquitetônico para profissionais que pretendem investir na carreira de desenhistas projetistas. É necessário ter conhecimento básico em informática.

EDUCAÇÃO

Abordagens Pedagógicas Modernas na Educação a Distância (20 horas): apresenta e discute abordagens pedagógicas modernas que podem auxiliar na concepção de cursos EaD, novas possibilidades de organizar as aulas e lecionar de forma ativa a inovadora. Os requisitos são conhecimento básico em informática e internet e ensino superior incompleto.

Como usar o Laboratório de Informática nas aulas? Ensino Infantil e Fundamental – Anos Iniciais (20 horas): apresenta possibilidades de utilização de recursos educacionais digitais em laboratórios de informática especialmente para turmas de ensino infantil e fundamental. É voltado para professores atuantes em escola com laboratório de informática.

Criação de Videoaulas (40 horas): apresenta conceitos, exemplos e atividades práticas para capacitar o professor na criação, edição e disponibilização de videoaulas Público: professores Requisitos: conhecimento básico em informática e internet, possuir câmera digital (celular, fotográfica ou webcam), possuir software para edição de vídeo (do próprio celular / computador, Windows Movie Maker ou Filmora).

Educação a Distância (25 horas): oferece conhecimentos sobre conceitos, legislações e tecnologias relacionados a Educação a Distância. Os requisitos são ter conhecimento básico em informática e internet, estar cursando ou ter concluído o ensino superior.

Moodle Básico para Professores – Elaboração de Curso (20 horas): aborda desenho e organização de cursos, bem como as ferramentas básicas para dar início ao desenvolvimento de um curso no Moodle. É necessário ter conhecimento básico em informática e internet e estar cursando ou ter concluído o ensino superior.

Repositórios de Materiais Didáticos Digitais e Direitos de Uso (20 horas): oferece conhecimentos sobre recursos didáticos digitais a partir de repositórios e sobre o uso adequado destes recursos em aulas. É necessário ter conhecimento básico em informática e internet e estar cursando ou ter concluído o ensino superior.

Tecnologias de informação e comunicação (TICs) em espaços escolares (20 horas): o curso propõe um estudo e uma discussão de características, potencialidades e desafios das TICs para os educadores. É direcionado a estudantes de licenciaturas e profissionais que atuam na área da educação.

O Uso de Aplicativos Web na Construção de Materiais Educacionais (20 horas): apresenta conceitos de como construir materiais didáticos digitais utilizando várias opções de ferramentas web. É necessário ter conhecimento básico em informática e internet e estar cursando ou ter concluído o ensino superior.

IDIOMAS

Inglês – parte 1 (30 horas): Identificação e Caracterização Pessoal; Localização no Tempo e no Espaço; Meios de Transporte; Família; Rotina e Hábitos – Em Casa. Requisitos: conhecimento básico em informática e na língua portuguesa.

Português como língua adicional – parte 1 (30 horas): aulas direcionadas para refugiados, imigrantes e brasileiros que desejam aprimorar seus conhecimentos. Abordará identificação e caracterização pessoal, localização no tempo e no espaço, meios de transportes, alimentação e compras.

Português como língua adicional – parte 2 (30 horas): aulas direcionadas para refugiados, imigrantes e brasileiros que desejam aprimorar seus conhecimentos. Tratará dos temas: família, moradia, corpo humano, esporte, hábitos, clima, vestuário, tempo livre e atividades de lazer.

Conhecendo o IFRS (2 horas): detalha a atuação e oportunidades do mundo IFRS.

INFORMÁTICA

Lógica de Programação – parte 1 (20 horas): o curso apresenta os primeiros passos na criação de softwares e sistemas, ensinando conceitos para a programação de computadores através da prática, utilizando a ferramenta Portugol Studio. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento básico em informática e habilidade no raciocínio lógico

Lógica de Programação – parte 2 (20 horas): as aulas ensinam operadores lógicos e relacionais e a utilizar o desvio condicional na programação de computadores através da prática, utilizando a ferramenta Portugol Studio. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento em variáveis, entrada e saída, operadores aritméticos, preferencialmente ter realizado o curso Lógica de Programação: Começando a desenvolver seus primeiros programas

Lógica de Programação – parte 3 (20 horas): os estudantes aprendem os conceitos de vetores, matrizes, funções e parâmetros e também como começar a construir sistemas. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento em desvios e laços de repetição, preferencialmente ter realizado o curso Lógica de Lógica de Programação: deixando os seus programas espertos

HTML – parte 1 (20 horas): o curso ensina a criar páginas web, partindo de conceitos iniciais. As aulas abordam como funciona a internet para o desenvolvimento de sites e os estudantes criam as primeiras páginas, aprendendo a formatar, inserir links, listas, imagens, arquivos de áudio e vídeo. Também são ensinados comandos avançados e dicas especiais de compatibilidade e acessibilidade. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento básico em informática e internet.

HTML – parte 2 (20 horas): este curso traz os conceitos básicos para elaboração de tabelas e formulários em HTML. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento de HTML básico, recomenda-se ter realizado o curso de “HTML: Introdução ao desenvolvimento de páginas web”.

CSS (30 horas): o curso ensina comando simples que podem aprimorar páginas web. Abrange desde os conceitos iniciais até a utilização de templates prontos e responsividade. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento de HTML básico, recomenda-se ter realizado o curso de “HTML: Introdução ao desenvolvimento de páginas web”.

JavaScript (30 horas): ensina a adicionar interatividade nas páginas HTML, com a criação de pequenos programas, validação de formulários, uso de bibliotecas. Público: estudantes do ensino médio e superior. Requisitos: conhecimento de HTML básico e Lógica de Programação, recomenda-se ter realizado o curso de “HTML: Introdução ao desenvolvimento de páginas web”, “Lógica de Programação: Começando a desenvolver seus primeiros programas”, “Lógica de Programação: deixando os seus programas espertos” e “Lógica de Programação: múltiplos valores e módulos”.

O IFRS

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Atua com uma estrutura multicampi para promover a educação profissional e tecnológica de excelência e impulsionar o desenvolvimento sustentável das regiões.

Possui 17 campi: Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. A Reitoria é sediada em Bento Gonçalves.

Atualmente, o IFRS conta com cerca de 19 mil alunos, em 200 opções de cursos técnicos e superiores de diferentes modalidades. Oferece também cursos de pós-graduação (especializações e mestrados), cursos de extensão e outras modalidades vinculadas a programas do governo federal.

O IFRS foi criado em 29 de dezembro de 2008, pela lei 11.892, que instituiu 38 Institutos Federais no Brasil. É uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e pertence à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Saiba mais no endereço eletrônico www.ifrs.edu.br.