Dia dos Pais
11 agosto 2019 |
Compartilhe:

Todo segundo domingo do mês de Agosto comemora-se o Dia dos Pais. Muita gente ainda se pergunta de onde surgiu e a razão de comemorar esse dia. Afinal, dia dos pais tem que ser todo dia. Concordamos.

A data surgiu nos Estados Unidos em 1909, quando uma garota, filha de um veterano de guerra, quis homenagear o pai no dia do seu aniversário. A razão da homenagem era nobre: ele havia criado sozinho os seis filhos, em função da morte de sua esposa.

No entanto, a data só se tornou oficial em 1966, quando o então presidente Lyndon Johnson decretou que todos celebrassem, no terceiro domingo de junho, essa data em homenagem aos pais.

No Brasil, essa festa foi adotada no dia 16 de agosto de 1953, criada pelo publicitário Sylvio Bhering, no dia de São Joaquim, patriarca das famílias, com objetivo comercial.

A ideia era associar a data ao Dia de São Joaquim, pai de Maria, mãe de Jesus Cristo, comemorado em 16 de agosto. Nos anos seguintes, a data também foi deslocada para um domingo, o segundo do mês de agosto – e assim permanece até hoje.

Comemorar a data é uma forma de valorizar a presença da figura paterna em nossas vidas. É um reconhecimento pela contribuição efetiva que seus exemplos e ensinamentos representam. É um agradecimento pelos laços de afeto, amor, carinho, gratidão e proteção. Valorizar o pai também é uma forma de ensinar aos próprios filhos valores familiares de grande importância.

Confira alguns relatos de pais:

“Acredito que ser pai é uma grande missão, e por isso excede todo o nosso entendimento. Nós repassamos valores, crenças, carácter e muito amor ao próximo. Alcançamos sentimentos inimagináveis e vivemos experiências únicas a qual contemplamos a bondade de Deus em nossas vidas. Ser pai é a sensação mais maravilhosa da vida”. Abel Grave, 36 anos, Prefeito de Ibirubá, pai de Nicole Ritter Grave, de 20 anos, Herick Ritter Grave, de 15 anos, e Abel Grave Filho, de 4 anos.

 

“Ser pai é ser protetor! Procuro dentro dessa proteção ensinar e mostrar tudo que a vida possui de bela. Apontando se necessário as falhas, sempre guiando da melhor forma. Ser pai, além de ser protetor, é amar e passar isso para minha filha. A final, o que deixamos para nossos filhos são os nossos ensinamentos. Amo minha filha! Emerson Portela Finger, 42 anos, empresário, pai de Kayra Soares Portela, de 7 anos.

 

“Não existe palavra que expresse esse sentimento maravilhoso de que ali, naquele sorriso existe uma parte de você!!! Ser Pai é sublime, é benção!” Gustavo Peukert Stolte, 33 anos, Prefeito de Quinze de Novembro, pai de Maria Augusta Budke Stolte, de 11 meses.

 

“Ser pai é uma montanha russa de sentimentos. É uma loucura, e com certeza eu amo muito ser pai. A gente aprende a dividir e compartilhar sentimentos, aprende a amar, cuidar e proteger. E certamente, por mais esgotante que o dia for, a gente arruma um tempo para eles, afinal, um sorriso no rosto deles já faz a diferença e com que nos sintamos apaixonados. Eu sou muito apaixonado por eles”. Juarês Corrêa Dalcanal Junior, projetista, 41 anos, pai de Ana Luiza, 18 anos, Mariana, 13, Augusto, 8, e Bia, de 2 anos.