Encontro da Mulher Cotrisoja reúne mais de 1.200 associadas
8 setembro 2018 |
Compartilhe:

Evento também lembrou que conforme a Organização das Nações Unidas, 2018 é considerado o Ano Internacional da Mulher Rural

Com o tema “Mulheres Cotrisoja, Estrelas da Vida Real”, o maior evento organizado pela Cooperativa completou dez anos terça-feira (04). De acordo com a comissão organizadora, mais de 1.200 associadas, esposas ou filhas de associados prestigiaram o 10º Encontro da Mulher Cotrisoja, na Afuco.

A cada ano, o tradicional Encontro conta com um número crescente de participantes. O objetivo é promover a valorização e a integração da mulher no sistema cooperativista, no quadro social e nos negócios da Cooperativa Cotrisoja.

Dupla Kemily e Kayany

“Foi um evento marcante para a cooperativa, uma vez que tivemos a Afuco lotada. Posso afirmar que este é o resultado do trabalho que está sendo feito pela equipe do Comitê Feminino, da Liderança e de toda a Família Cotrisoja. Com certeza proporcionou resultados positivos para a Cooperativa e satisfação para todas as mulheres que participaram”, disse o presidente do Conselho de Administração, José Gilberto Seibel.

O engenheiro agronômico e representante técnico de vendas da Bayer, empresa apoiadora do 10º Encontro, Jonis Gelain, falou sobre o objetivo da empresa em apoiar o evento. “A missão da Bayer é fazer ciência para uma vida melhor. Da mesma forma, nosso intuito aqui hoje é promover junto com a Cotrisoja, um pouco mais de conhecimento”, disse.

O evento preparado pelas funcionárias da cooperativa também chamou a atenção pela organização. O ambiente climatizado e a distribuição constante de água as participantes ajudou a tornar a tarde mais agradável. O médico da Cotrisoja, Cláudio Ivar Steffens, também estava presente.

O show da dupla de cantoras selbachenses, Kemily e Kayany Geller, encerrou a tarde e encantou o público com as canções “Fogão de Lenha”, “Canto Alegretense” e “Dona Maria”.

Ao final, as participantes receberam lanches e brindes.

Mágica, brincadeiras e informação marcaram a palestra de Paul Friedericks

O palestrante Paul Friedericks faz mágica desde os 16 anos, morou por nove anos na França, onde teve os primeiros contatos com mágicos e artistas de rua. Essa influência fez com que sua arte se tornasse única, moderna e totalmente diferente de todos os mágicos brasileiros.