Ibirubá tem um caso suspeito de dengue
6 março 2019 |
Compartilhe:

Índice de infestação do mosquito é altíssimo na cidade

O Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), realizado nas últimas semanas em Ibirubá, constatou que o índice ultrapassa os 11%,  extrapolando o limite  de altíssimo risco. O número baseia-se na infestação do mosquito Aedes aegypti, conforme os seguintes parâmetros:

 

  • Maior ou igual a 8%: altíssimo risco
  • Maior ou igual a 4% até 7,9%: alto risco
  • Maior ou igual a 1% até 3,99%: alerta
  • Igual ou menor de 1%: situação satisfatória

 

O elevado índice obtido no levantamento se dá pela ocorrência de fortes chuvas das últimas semanas, que, junto a temperaturas elevadas, favoreceu o desenvolvimento das larvas – e do mosquito. Pelas ruas, pátios e terrenos há materiais que acumulam água e favorecem a reprodução dos mosquitos. Nessa situação também estão piscinas, vasilhames, calhas e telhados.

Caso autócne

Há um possível caso de dengue autóctone na cidade. O senhor em questão, morador do centro, apresentou sintomas de dengue após retornar de uma viagem. Ele está hospitalizado, e aguarda-se os resultados dos exames para confirmação ou não do caso. A Vigilância Sanitária informou que já foi feita a dedetização das proximidades da sua residência.

Cuidados

A Vigilância Sanitária alerta para que a população tome os devidos cuidados para o controle do mosquito para evitar um possível surto de Dengue:

  • Evitar circular sem repelente pela manhã e tardinha;
  • Limpar o pátio;
  • Destinar corretamente embalagens e vasilhames que possam acumular água;
  • Fechar caixas d’água;
  • Limpar calhas sujas;
  • Utilizar repelente de mosquito.