Incendiada casa de suspeito de matar família carazinhense em Colorado
16 junho 2017 |
Compartilhe:

Na tarde de quarta-feira (14) foi registrado um incêndio em uma residência em Vista Alegre, interior de Colorado. De acordo com informações da Brigada Militar, que auxiliou o Corpo de Bombeiros no atendimento da ocorrência, pessoas informaram que teriam visto um grupo de pessoas nas proximidades da residência minutos antes de acontecer o sinistro, o que sugere incêndio criminoso.

A casa incendiada era alugada por Flavio Diefenthaeler Martins, acusado de responsabilidade pelo desaparecimento de Roberto Terres, Márcia Johan e sua filha Maria Johan, de apenas 15 anos.

A família desapareceu no dia 24 de maio, após terem ido à residência de Flávio para supostamente negociar um carro, quando foram recebidos a tiros. Apenas um vizinho, que havia ido junto, conseguiu escapar. A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas por tráfico de drogas.

Flávio foi preso na última terça-feira (13) em Carazinho, no Bairro Borghetti, mas a família segue desaparecida. A polícia acredita que os desaparecidos estejam mortos, mas até o momento as buscas não localizaram os corpos e Flávio permanece em silêncio.

Da sua casa, restaram apenas as paredes externas e as aberturas de ferro, sendo todo o interior, móveis e demais bens, destruídos pelas chamas.

Foto: 16º BPM