Justiça
Inquérito contra Romero Jucá é arquivado após 14 anos no STF
5 fevereiro 2018 | Justiça
Compartilhe:

Investigação apurava possível envolvimento do senador em suposto esquema de desvio de recursos de emendas parlamentares, entre 1999 e 2001

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio determinou, nesta segunda-feira (5), o arquivamento de um inquérito aberto em 2004 contra o senador Romero Jucá (PMDB-RR). O pedido de arquivamento foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em função da prescrição da pretensão punitiva.

O inquérito apurava o envolvimento do senador em um suposto esquema de desvios de recursos oriundos de emendas parlamentares para o município de Cantá (RR) em troca de vantagens indevidas, entre 1999 e 2001.

Ao solicitar o arquivamento, a PGR afirmou que os dados colhidos durante as investigações foram insuficientes para “colher elementos indicativos ou comprobatórios” da prática de delitos”. Para a Procuradoria, a prescrição da pretensão punitiva ocorreu em 2017, 16 anos após a data dos supostos crimes.

 

GaúchaZH

05/02/2018 – 15h03min

Atualizada em 05/02/2018 – 15h39min