Entrevista
Lair Blasi: experiência na presidência da Câmara de Quinze
27 janeiro 2018 | Entrevista
Compartilhe:

Vereador Lair Blasi

Todo o trabalho como como secretário de Obras na gestão Ildemar Güntzel/Paulo Prante, secretário de Agricultura na gestão Nilva Maldaner/Leandro Ruppenthal) hábilitam o atual presidente da Câmara Municipal, Lair Blasi, 54, a conduzir a Casa este ano. Ele ocupou a presidência em 2008, e até assumiu o comando do Executivo Municipal por curto período, o que denota conhecimento sobre o poder público e a realidade da comunidade local.

“Sinto-me satisfeito em mais uma vez poder colaborar ainda mais com o crescimento do município, sou grato pela confiança e apoio que tive da comunidade e me coloco à disposição de todo o povo de Quinze de Novembro”, pondera Blasi. Confira a entrevista:

Quais são os projetos mais importantes que a Câmara está analisando?

Foram realizadas duas sessões extraordinárias neste início de 2018, sendo apreciados e aprovados os projetos de reajuste salarial dos funcionários efetivos e comissionados (3%), tanto do Executivo, quanto do Legislativo. Também foram aprovados projetos que beneficiam a comunidade de Quinze de Novembro, dentre eles crédito suplementar de R$ 292.500,00, recurso que visa no início da obra de ampliação da pavimentação poliédrica na localidade de Sete de Setembro.

Quais seriam as principais propostas de trabalho para este ano?

Continuarei prezando pelas reuniões com o prefeito e vice-prefeito municipal, de forma que os vereadores apresentem as demandas da comunidade buscando soluções junto aos departamentos competentes. Também serão realizadas reuniões regulares das comissões permanentes que estudam os projetos, mas principalmente buscar recursos da União, junto as bancadas federais e estaduais, que servirão para realização de obras e projetos junto ao município. Um exemplo, é o apoio ao Executivo Municipal na busca de recursos junto ao Badesul para a ampliação do asfalto até Sede Aurora, onde se encontra o Camping Municipal. Este ponto turístico é conhecido regionalmente pela paisagem e banhos de barragem, portanto, o Legislativo e Executivo buscam a possibilidade de implantação de um Complexo de Águas Termais na localidade. Há a possibilidade de atender uma antiga demanda em relação à ampliação da área industrial do município, cogitando a aquisição de duas áreas que venham a comportar todas as empresas que hoje geram renda e emprego para a comunidade, beneficiando os jovens e garantindo a permanência na cidade. Daremos também seguimento, em sua segunda edição, ao Projeto da Câmara de Vereadores Mirim, valorizando o potencial estudantil dos educandários e ainda despertando futuros líderes políticos.

 

Como o sr. conduzirá a relação entre os poderes do município?

A Câmara de Vereadores busca manter uma boa relação com o Executivo, e a Administração se compromete em atender aos pedidos feitos pelo Legislativo, assim como contam com uma parceria em busca de recursos. Por mais que os vereadores fiscalizem e tragam a demanda da comunidade, a Câmara conta nesta legislatura com cinco funcionários públicos municipais no quadro efetivo, facilitando o elo do povo com o Legislativo e consequentemente com o Executivo. Ambos são sabedores das realidades que a comunidade vive.

O que o sr. tem a dizer sobre as críticas?

Críticas são normais quando se está no meio político e público, ainda mais quando se está a frente de um dos poderes municipais. Não se consegue atender 100% dos pedidos da municipalidade, mas sempre tentamos atender o máximo possível das demandas, ouvir a comunidade e levar a realidade para os órgãos competentes, a quem cabe sanar as problemáticas. Sempre recebo uma crítica de forma construtiva, buscando o crescimento pessoal e melhoramento profissional, pois a experiência que tenho no Legislativo afirma o comprometimento com a comunidade, é com a força do povo que confio no meu trabalho.

Como é a relação com a oposição?

Possuo uma boa relação política com todos os vereadores, de todas as bancadas que compõem hoje a Casa Legislativa (MDB, PP e PDT). O bom entendimento de todos os vereadores na votação dos projetos de interesse da comunidade possibilitam o desenvolvimento e crescimento do município. Preso pelo apoio recíproco de todas as bancadas, a mesa diretora está composta de forma pluripartidária.