Ibirubá
Prefeito Abel atualiza andamento de projetos
5 agosto 2019 | Ibirubá
Compartilhe:

Com 30 meses de Governo Abel/Alberi, ficou claro que a Administração Municipal tem realizado trabalhos e melhorias em prol da qualidade de vida de seus munícipes, seja por meio de pequenas ou grandes ações, mas com um único foco: promover o desenvolvimento em todas as áreas do município, interior e cidade, esporte e cultura, saúde e lazer.

Nessa semana, em entrevista ao Jornal Visão Regional, Abel Grave destacou o andamento de algumas obras importantes para o município. Ainda, anunciou à comunidade ibirubense mais algumas ações e investimentos a serem realizados. Dos projetos anunciados, a grande parte será financiada, outras tem contrapartida do Município, apoio da iniciativa privada ou serão viabilizadas com emendas parlamentares.

Avenida Júlio Rosa

Com o primeiro passo dado na primeira quinzena de abril, muito já se falou e especulou sobre o ambicioso projeto da Administração Municipal em tornar a Rua Júlio Rosa uma Avenida. Em breve, o empreendimento terá andamento – em um o dois meses, garante Abel.

O prefeito assinou o contrato para a reformulação da Avenida Júlio Rosa no dia 15 de abril, que foi encaminhado a regulamentação ao BRDE. A avenida é considerada estratégica para a infraestrutura – e, portanto, para o desenvolvimento da cidade. O projeto prevê investimento de R$ 5 milhões, com acessibilidade, microdrenagem e sinalização. A Avenida terá 26 metros de largura, com canteiro central e passeios públicos.

“Esse projeto é estratégico para nós, embora as especulações, ele está muito mais avançado e até setembro os primeiros passos de preparação do local devem tomar forma. Nessa semana encaminhamos o último papel que ainda faltava para a autorização da obra”, destacou Abel.

Abel finalizou salientando que anualmente são recolhidos cerca de R$ 800 mil com a Contribuição para Iluminação Pública (CIP), mas o município gasta R$ 1,3 milhão, isso porque o valor recolhido é suficiente apenas para pagar a taxa de luz com as empresas, neste caso Coprel e RGE. Os outros R$ 500 mil vão para manutenção, (material, pessoal, manutenção de veículos e serviço terceirizado).

Projeções monetárias para 2019 da Iluminação Pública:

Estacionamento Rotativo

A implantação do estacionamento rotativo gerou e gera muita discussão na comunidade. O projeto de viabilidade tem estudo da empresa KM Zero Projetos de Trânsito, não saiu do papel e o prefeito explicou por quê.

“Fizemos um estudo da viabilidade da implantação do projeto, alguns pontos específicos da cidade tinham potencial. Depois da reunião de apresentação, conversamos aqui dentro da Prefeitura e percebemos que antes de realizar o projeto outra ação é necessária. Na cidade tem alguns pontos de estacionamento rotativo grátis, eles funcionam. Então o que a Prefeitura deve fazer é contratar mais fiscais e agentes de trânsito, ou seja, alguém que percorra as ruas e fiscalize as irregularidades”, destacou Abel.

Iluminação pública

Ruas iluminadas à noite, permitindo caminhar e andar de bicicleta com segurança é sinônimo de qualidade de vida. Tendo em vista os vários problemas do sistema de iluminação pública atual, com baixa eficiência e alto custo de manutenção, a Administração investiu na troca por lâmpadas de led. A Rua Francisco Emilio Trein foi a primeira. Só neste ponto foram investidos R$ 20 mil em 40 luminárias.

Os gestores municipais começaram a debater a ideia junto ao Comaja em 2017. Depois de algumas reuniões, o consórcio encaminhou um projeto para cerca de 30 municípios ao Governo do Estado. Depois de dois anos, veio a confirmação e o projeto será enfim realizado. São quase R$ 64 milhões de investimento em mais de 6 mil pontos de iluminação de led. A ata de registros de preços foi assinada ontem, sexta-feira, em solenidade oficial, na Câmara Municipal.

Na vanguarda, Ibirubá terá 100% das vias iluminadas. “A empresa ganhadora da licitação será a responsável pela manutenção, por um prazo de cinco anos. Em troca e como forma de pagamento das lâmpadas e dos serviços prestados, essa empresa vai receber a taxa da iluminação, que já é paga pelo contribuinte”, salientou o prefeito. Além da economia em manutenção por cinco anos, estima-se que o consumo de energia caia à metade.

Outros investimentos

Abel também destacou as obras nas sedes de associações de bairros e comunidades do interior. Entre revitalizações, novos ginásios e salões, são mais de dez. Há ainda enfatizou o estudo de uma sede para os bombeiros e um parque de eventos.

O Prefeito Abel deixa claro o desejo de realizar múltiplos investimentos no município, mas pondera que “o problema é a falta de recurso”. Entre eles estão a reformulação da Praça General Osório, os trevos de acesso da VRS-824, a creche ao lado do Monumento do Imigrante, o novo Centro Administrativo e a continuidade do projeto de fibra ótica para o interior.