Presidente da Coprel acompanha lançamento de programa estadual de incentivo às PCHs
15 julho 2017 |
Compartilhe:

Ocorreu na manhã de quinta-feira, 13, no Palácio Piratini, o lançamento do Programa Gaúcho de Incentivo às Pequenas Centrais Hidrelétricas. O presidente da Coprel Jânio Vital Stefanello, participou do ato, que contou com a presença do governador José Ivo Sartori, secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e diretora-presidente da Fepam, Ana Pellini, secretário de Minas e Energia, Artur Lemos Júnior, demais secretários de Estado, deputados, representantes do Ministério Público e Defensoria Pública, prefeitos, empresários e representantes de entidades do setor energético.

Com o programa, a expectativa é de que sejam liberados os projetos viáveis de licenciamento ambiental para geração de energia hídrica no Rio Grande do Sul, incentivando estes investimentos, importantes tanto para o crescimento da matriz energética do Estado, como para o desenvolvimento econômico das comunidades.

“As cooperativas estão na expectativa de que com este programa, haja a liberação de projetos importantes de geração de energia nas pequenas centrais hidrelétricas. Nos municípios em que é instalada uma PCH, o índice de desenvolvimento humano melhora, a energia hídrica é uma fonte renovável e limpa, e o impacto ambiental é muito baixo, ainda mais quando é feita a relação com os benefícios que uma PCH proporciona a nível regional: geração de empregos, retorno de ICMS, desenvolvimento econômico e social”, salienta Jânio Stefanello, que também preside a Federação das Cooperativas de Energia do RS (Fecoergs).

Aproveitando a presença das principais lideranças do setor de energia no lançamento do Programa, na tarde de quinta-feira foi realizado também o 2º Seminário O Potencial das Centrais Hidrelétricas na Matriz Energética do RS – Novas Diretrizes Hidrológicas para o Licenciamento Ambiental, no auditório do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Foto em destaque: Janio Stefanello e o governador Sartori com os secretários de Meio Ambiente e de Minas e Energia