Tapera
Projeto “A cidade visita o campo” encerra com bons resultados
9 outubro 2018 | Tapera
Compartilhe:

O seminário de encerramento do projeto “A cidade visita o campo” aconteceu na manhã de quarta-feira (03), no Centro de Eventos. O encontro contou com a presença de alunos de 5º ao 9º ano das escolas municipais, acompanhados por professores e diretores.

Para a secretária de Educação, Cultura, Desporto e Lazer, Regina Salvadori, o projeto visa mostrar quantas oportunidades o campo oferece como fonte de emprego e renda. “As atividades desenvolvidas no projeto só foram possíveis com a colaboração de agricultores e empresários que se dispuseram em receber os alunos e falar sobre os afazeres no campo”, destacou Regina.

O prefeito Volmar Kuhn enfatizou que a agricultura é a máquina que move o nosso país. O engenheiro agrônomo Gustavo Augusto Stärlick apresentou a Grandespe, uma empresa familiar fundada em 1956, que conta com 120 colaboradores. Stärlick salientou a importância de se manter informado e comentou que a atividade no campo está cada vez mais tecnológica, o que exige aperfeiçoamento e muito estudo. “A agricultura é um campo com muitas oportunidades de trabalho, é uma área que exige demanda muita mão de obra, conhecimento, tecnologia”, argumentou.

O secretário de Desenvolvimento, Renato Cassol, e o extensionista da Emater Jair Ross falaram sobre as visitas realizadas durante o ano, ressaltando a diversidade das atividades no campo. A produtora Selmira Machado de Souza agradeceu o incentivo da Prefeitura Municipal à valorização do produtor rural e aos grupos que visitaram sua propriedade

Para finalizar, as alunas Natally Nicóli de Oliveira da Rosa, Lavínia Ribeiro e Jaqueline Oliveira da Costa apresentaram a avaliação do projeto realizada com alunos e professores.

Em 2018, o projeto “A cidade visita o campo” teve como parceira a Emater de Tapera, visitou as propriedades de Romeu e Selmira Machado de Souza, Carlos e Eliane Bervian e Melívio Borghetti e Outros, e as empresas Grandespe e Cotrisoja. A cooperativa Santa Clara forneceu lanches para os estudantes em alguns encontros.

 Gustavo Augusto Stärlick