Agricultura
Vereador Marcos Petri apresenta documentário sobre a atividade leiteira
20 maio 2019 | Agricultura
Compartilhe:

Na noite de segunda-feira (13), durante a Sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Quinze de Novembro, o vereador Marcos Petri (MDB), apresentou aos quinzenovembrenses o seu recente trabalho: um importante documentário voltado à atual situação leiteira, que vem enfrentando grandes dificuldades nos últimos anos.

O vereador Marcos, teve a ideia a partir dos relatos dos agricultores, que passam dificuldades diárias em relação à atividade leiteira, especialmente no que diz respeito à queda no preço do leite em comparação com o constante aumento no valor dos insumos e alimentação dos bovinos.

“Especialmente em um município onde, das 450 propriedades rurais existentes, 333 têm como a bovinocultura de leite sua principal atividade de subsistência, a movimentação política se faz necessária em busca de melhores condições para manter estas pessoas na atividade, evitando também, desta forma, o consequente êxodo rural”, afirmou.

Com o início das filmagens em fevereiro, mês que, conforme os produtores afirmaram, é um dos piores para a atividade leiteira, foram visitadas cinco propriedades rurais em Quinze de Novembro, entre pequenos, médios e grandes produtores, cada um apresentando as diferentes realidades do seu dia a dia: a Agropecuária Gabijú, de Egon e Lúcia Scheffler e filhos; as propriedades de Nelson e Nelci Seibert em Picada Café, Lurdes e Ademar Wojahn, Lino e Leda Kempf, e a propriedade rural de Eberli Goelzer e família.

Durante o documentário de 30 minutos, são exibidas cenas do trabalho diário na atividade leiteira destes produtores, bem como depoimentos emocionantes sobre a constante luta e dificuldades enfrentadas desde o início até os dias atuais. No vídeo, o prefeito Gustavo Stolte afirma que Quinze de Novembro é o terceiro município no Estado que tem na atividade leiteira sua maior contribuição de ICMS.

Conforme o vereador Marcos, a ideia é sensibilizar as forças políticas locais, estaduais e nacionais para garantir um preço mínimo e justo aos produtores leiteiros, para que não mais fiquem no vermelho ao final do mês, como vem acontecendo.

A exibição do documentário contou com a Câmara lotada, com os protagonistas emocionados. Diversas forças políticas do município também elogiaram a atitude e demonstraram apoio, inclusive o presidente do Legislativo, vereador Sigmar Horbach, prefeito Gustavo e a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sirlei Kogler Fassbinder.

Para Marcos, o próximo passo é levar a filmagens a Porto Alegre e Brasília e apresentar o trabalho nas próximas sessões da Ascamaja e Amaja. O documentário está disponível com ele junto à Câmara, bem como com as famílias que participaram e demais membros da equipe de filmagem.