Ibirubá
Vereadores solicitam atualização da tabela do IR
2 dezembro 2017 | Ibirubá
Compartilhe:

Os vereadores Henrique Hentges, Dácio Azevedo Moraes (PT) e Vagner Oliveira (PRB) solicitaram que a Casa oficie a bancada gaúcha do Congresso Nacional quanto à correção da tabela do Imposto de Renda, que prejudica as pessoas de menor renda. O ofício. O requerimento (nº 075/2017) foi apresentado na reunião do dia 20/11, em Linha Duas.

Conforme Henrique, a solicitação se justifica pelo fato de que a criação da cobrança do imposto de renda foi realizada em dezembro de 1822. Desde então, os critérios para tal são de exclusividade do Poder Executivo, e não há nenhuma lei que obrigue a correção da tabela – isso fica a cargo dos governos locais que, desde então, somente fizeram o imposto aumentar ano a ano.

Somente em 1986, por iniciativa de organizações não governamentais, uma campanha foi desencadeada no país com o tema “Diga Não ao Leão”. Na época, as manifestações foram tão fortes e organizadas que o Governo Federal efetivou a correção da tabela do imposto de renda.

Porém, atualmente há defasagem de 83%, em virtude de não ter havido mais correção, o que faz com que o contribuinte pague mais imposto de renda ano a ano, considerando-se aumento de impostos. “Se a tabela tivesse sido corrigida, hoje teríamos isenção de imposto de renda para quem ganha até R$ 3.460,00, ao contrário do pagamento de impostos para quem ganha mais de R$ 1.900,00, o que consideramos renda baixa, diante dos volumosos impostos pagos neste país”, destacou Henrique.

“Desta forma, fazem-se necessários movimentos que pressionem o Poder Executivo Federal para a correção da tabela de imposto de renda, além da necessidade de uma legislação adequada que obrigue a referida correção na tabela de imposto de renda, sem deixar como exclusividade a iniciativa própria do Executivo Federal”, finalizou o vereador.