Alunos do Instituto Imaculada realizam Avaliação SAEB
17 dezembro 2021 |
Compartilhe:

Os alunos do IEE Nossa Senhora Imaculada realizaram, no mês de dezembro, a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), desenvolvida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). A previsão é de que cerca de 6,8 milhões de alunos sejam avaliados, seguindo os protocolos de biossegurança preconizados para prevenção à covid-19. A aplicação das provas ocorrerá em horário regular de aula para 254.744 turmas de 116.244 escolas, distribuídas entre os 5.570 municípios brasileiros.

As turmas de 5º e 9º anos do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio do Instituto Imaculada realizaram a prova no dia 3 de dezembro, sexta-feira, no horário normal da aula. A aplicação do Saeb 2021 avaliará de forma censitária os alunos. Essas mesmas etapas da educação básica serão avaliadas em formato amostral nas escolas privadas. Além de responderem ao questionário, os estudantes também farão testes de língua portuguesa (leitura) e matemática.

Conforme dados do INEP e Portaria n.º 250, de 5 de julho de 2021, os alunos com deficiência, transtornos globais ou específicos do desenvolvimento, síndromes ou outras necessidades especiais, poderão participar do Saeb 2021, desde que estejam devidamente registrados no Censo Escolar e que façam parte da população-alvo da avaliação. O atendimento para esses alunos ocorrerá conforme as informações declaradas na pesquisa estatística e a viabilidade da escola.

O Sistema de Avaliação da Educação Básica é um conjunto de avaliações em larga escala que permite realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de aspectos da qualidade educacional. A avaliação é composta por testes cognitivos e questionários, aplicados a cada dois anos, em escolas da rede pública e em uma amostra da rede privada.

O Saeb permite que as escolas e as redes estaduais e municipais de ensino avaliem a qualidade da educação oferecida aos estudantes. O resultado é um indicativo da qualidade do ensino brasileiro e oferece subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais.