Tapera
Conselho Municipal do Idoso fala sobre o Dia dos Avós
2 agosto 2021 | Tapera
Compartilhe:

O Dia dos Avós foi comemorado no dia 26 de julho. Essa data é lembrada por muitas famílias e comunidade em geral. Inúmeras demonstrações de carinho são compartilhadas como forma de agradecimento a tudo que fazem pelo bem de suas famílias, principalmente pelos netos e netas.

É importante lembrar que muitos adultos com menos de sessenta anos estão se tornando avós antes de serem idosos. Ou seja, o imaginário de “avós idosos, de cabelos brancos, pele enrugada e cadeira de balanço”, precisa ser desconstruído. “Isto porque devemos entender o envelhecimento como um processo individual e heterogêneo e que, portanto, não é vivenciado da mesma forma por todos”, explica a presidente do Conselho Municipal do Idoso (CMI), Catieli Klein.

O CMI ressalta ainda a necessidade de reflexão por parte do inidivíduo que assume o papel de avô ou de avó, pois a forma como se visualiza nessa função e o significado que atribui à sua vida influenciam na qualidade das relações estabelecidas com os netos e netas.

O “vô” e a “vó”, o “nono” e a “nona”, ou tantos outros nomes pelos quais esses membros da família são carinhosamente chamados, exercem uma função social importantíssima na família. Os avós transmitem carinho, amor e cuidado, naquele colo ou abraço gostoso, ou naquele bolo delicioso que só eles sabem fazer.  A experiência de vida que é compartilhada quando contam aquelas histórias do seu tempo de infância faz a imaginação voar. E, assim, os avós, de uma maneira lúdica, oferecem momentos que possibilitam a construção de inúmeras aprendizagens aos seus queridos netos e netas.  Uma relação feita de amor, com os melhores conselhos e ensinamentos para a  vida.

É preciso respeitar e valorizar os avós, sejam eles idosos ou não. Os avós são os amigos dos seus netos e netas, são os exemplos e motivações que serão lembrados por toda a vida.