Delegada Tauane fala sobre os casos de estupro em Tapera
17 dezembro 2021 |
Compartilhe:

Nos últimos dias, Tapera registrou aumento nos casos de violência contra mulher, sobretudo por estupro de vulnerável. Foram três casos em questão de seis dias. Estes, praticados em núcleo familiar.

Em entrevista para a Rádio Ibirubá Am 1240, a Delegada Titular da DP de Tapera, Tauane Bellio Andrighi destacou que a Polícia Civil logo tomou conhecimento dos fatos. “Nós agimos de forma rápida e eficiente prendendo os três agressores”, destaca. Em um destes casos, a PC efetuou prisão em flagrante. As vítimas tem entre 11 e 15 anos. Ainda conforme a Delegada, “os agressores encontram-se presos, os inquéritos policiais estão em andamento”, diz Tauane.

A Polícia Civil pede para quem esteja passando por situações de abuso, ou que tenha conhecimento de alguma, que dirija-se até a Delegacia de Polícia de Tapera, que não tenham medo ou receio de fazer denúncias. É muito importante o trabalho de prevenção, conscientização e encorajamento. “Infelizmente a violência doméstica familiar é algo complexo na sociedade hoje, pois a gente não consegue entender as razões pelas quais ela acontece. Por esses motivos, as vítimas não vem até a Delegacia de Polícia para registar ocorrência, elas não ‘pedem socorro’, seja por medo de represálias ou por vergonha. Isso também inclui violência psicológica”, ressalta a Delegada.

Recentemente, foi inaugurada a Sala das Margaridas, na DP de Tapera. Este é um projeto da Polícia Civil Gaúcha, o qual proporciona para essas mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, um atendimento mais humanizado. “É uma sala acolhedora”, complementa a Delegada.

Para Tauane, é importante fortalecer uma rede de apoio no pós Delegacia de Polícia. “Estas vítimas precisam de acompanhamento psicológico. É preciso acolhimento e uma atenção maior”, diz.

O Disk Denúncia da Delegacia de Polícia de Tapera é: 54 9 9323-7042.