Tapera
Dia do Guarda Rodoviário: Conheça a trajetória do Sargento Aguirre, que está há 25 anos no CRBM
26 julho 2021 | Tapera
Compartilhe:

“Fico muito agradecido por essa homenagem e poder falar um pouco da minha trajetória no Comando Rodoviário da Brigada Militar, e aproveito para estender [a homenagem] a todos os colegas policiais rodoviários”

O Dia do Guarda Rodoviário é comemorado em 23 de julho. Também conhecido como Dia do Policial Rodoviário, esta data homenageia os policiais que são responsáveis em garantir a tranquilidade e segurança de milhares de pessoas que utilizam diariamente as vias rodoviárias para se locomover.

O 2º Sargento Lisandro Aguirre de Oliveira (Sargento Aguirre) iniciou sua trajetória na Brigada Militar no ano de 1989, com a inclusão como aluno soldado no município de Ijuí. Após formado, trabalhou na região de Cruz Alta, no policiamento, até dezembro de 1995. Em janeiro de 1996, Aguirre foi transferido para o Comando Rodoviário da Brigada Militar. Por gostar de trânsito, ele viu uma oportunidade em trabalhar mais diretamente com o que gostava. Sendo assim, já são mais de 25 anos somente no Comando Rodoviário da Brigada Militar.

Aguirre já trabalhou em vários locais do estado do RS. Na maioria do tempo, em Cruz Alta, e em Tapera, desde 2014, trabalhando na Linha de Frente. Aguirre esteve fora por um tempo de seis meses, em 2018, tendo a oportunidade de frequentar o Curso Técnico de Segurança Pública (CTSP) na Escola de Formação de Sargentos (EsFAS), em Santa Maria. Após o curso, retornou em janeiro de 2019 e assumiu o Comando do Grupo Rodoviário de Tapera, onde trabalha até o momento.

O sargento conta que nesse tempo em que trabalhou diretamente no policiamento rodoviário “foram várias ocorrências atendidas, muitos acidentes que, infelizmente, fazem parte da nossa rotina, acidentes com morte e pessoas feridas”, comenta. Mas uma ocorrência marcante para Aguirre, segundo ele, foi um acidente em Coxilha, onde uma colisão frontal entre dois veículos deixou  quatro jovens em óbito. “Mas, apesar de tudo, ao chegar no local, eu e meu colega conseguimos apagar as chamas de um dos veículos que tinha uma pessoa presa nas ferragens, e posteriormente, retirá-lo com vida. São coisas assim que gratificam a gente, em poder salvar vidas”, comenta.

Também foram muitas datas comemorativas longe da família, festas de Natal, fim de ano, aniversários. Mas, “quando você escolhe essa profissão, tem que saber que isso vai acontecer, inclusive no dia do nascimento de um dos meus filhos, que chegou antes do tempo – eu estava trabalhando. Mas, graças a Deus, com o apoio da família, da esposa e filhos, conseguimos cumprir as missões que apareceram pelo caminho”, conta Aguirre.

O Grupo Rodoviário da Brigada Militar de Tapera trabalha na fiscalização de trânsito e no combate à criminalidade em todas as rodovias estaduais da nossa região. Atua em 23 municípios e em 540 km de estradas. Possui um efetivo qualificado e preparado para prestar um bom serviço para a comunidade. As guarnições estão sempre nas rodovias em locais estratégicos para evitar que os condutores cometam infrações de percurso, como ultrapassagem em local proibido e o excesso de velocidade, fazendo uso do radar fotográfico e, também, do etilômetro, sendo essas as infrações que mais causam acidentes, proporcionando maior sensação de segurança e a diminuição da acidentalidade aos usuários das rodovias.

O sargento Aguirre conclui com algumas dicas aos condutores: “Quando saírem para a estrada, [os motoristas] devem estar com sua atenção totalmente voltada para o trânsito. Faça uso do cinto de segurança, inclusive os passageiros do banco traseiro. Respeite os limites de velocidade [e] as placas de sinalização, só ultrapasse com segurança e não faça uso do celular. Se for fazer uma viagem longa, descanse, durma bem antes de sair. Assim, terá uma boa viagem. Se estiver na estrada e precisar de um auxílio, ligue para o 198, que é o número de emergência do Comando Rodoviário da Brigada Militar.”