Diretor do DMDL destaca sobre as atividades esportivas em Tapera
19 outubro 2021 |
Compartilhe:

Por: Tauana P. da Costa-Jornalista do Jornal da Integração-Tapera/RS

 

Depois de um longo período de suspensão causada em decorrência da pandemia do covid-19, a prática de modalidades esportivas aos poucos vem retornando ao normal e com todos os cuidados e precauções.

Um deles é o futebol, esporte mais praticado no país. Além do retorno dos jogos oficiais pelo Brasil, espaços públicos e privados vem se destacando e sendo retomados por ávidos praticantes de atividade física.

As atividades esportivas retornaram gradativamente no município de Tapera, assim como no Brasil inteiro, após os decretos municipais e estaduais. Conforme o diretor municipal do desporto e lazer, Túlio Cerutti, “a gente estava muito ansioso para que essa volta pudesse acontecer”, comenta. Vale ressaltar, que estão sendo respeitadas todas as normas de segurança, para prevenir o covid-19.

Diversas atividades esportivas estão retornando, englobando todas idades e classes, desde o feminino, masculinos, competições regionais, agora com a presença de público, com 40% da capacidade.

Vale destacar, que as inscrições para o Futebol Sete, encerraram no dia 15.

Segundo Túlio, “a ideia é voltar com todas as modalidades que tínhamos anteriormente a pandemia, e apesar do avanço das vacinações, iremos manter os cuidados de prevenção, como álcool gel e aferição da temperatura”, destaca ele.

Entre as atividades, destaca-se o Futebol Sete, nas categorias Veterano, Adulto, masculino e feminino. E ainda, os campeonatos de Bocha, na categoria livre, adulto, masculino, e bochas do interior, assim como, nestas mesmas categorias, o Intercomunidades de Futsal. Destaca-se também o Bolãozinho.

O DMDL oferece também vôlei, rústica, em várias modalidades.

Em breve, todas as atividades serão retomadas.

Túlio ressalta que, “esporte é sinônimo de saúde”.

Este está sendo um recomeço das atividades esportivas, ainda em fase de organização e inscrições para as competições.

“A gente tem uma avalição sempre positiva de todos os anos, o esporte sempre esteve em alta. A gente fica feliz por isso. Então temos que trabalhar com este retorno”, comenta o diretor.

Com a pandemia, as pessoas encontraram outros meios de exercitar-se, de ‘não deixar o esporte morrer’, como atividades ao ar livre, treinos e demais exercícios em casa, acompanhamentos online, entre outros.

“A gente tem esperança de que tudo passe e volte ao normal, temos esperança que tudo passe o mais rápido possível.

“O esporte é lazer, é saúde, o esporte faz parte da vida da gente, e logo todos estarão nas competições novamente e fazendo o bem pra para si próprio”, concluiu Túlio.