Educação Tapera
Educadora especial destaca sobre a inclusão social
2 agosto 2021 | Educação Tapera
Compartilhe:

O Instituto Estadual de Educação Nossa Senhora Imaculada realiza seu trabalho de inclusão escolar e social pautado na legislação vigente. A Sala de Recursos (Atendimento Educacional Especializado – AEE) tem como função complementar ou suplementar a formação do aluno por meio da disponibilização de serviços, recursos de acessibilidade e estratégias que eliminem as barreiras para sua plena participação na sociedade e desenvolvimento de sua aprendizagem.

Para fins destas diretrizes, consideram-se recursos de acessibilidade na educação aqueles que asseguram condições de acesso ao currículo dos alunos com deficiência ou mobilidade reduzida, promovendo a utilização dos materiais didáticos e pedagógicos, dos mobiliários e equipamentos, dos sistemas de comunicação e informação, dos transportes e dos demais serviços. Considerando essa fundamentação, o instituto busca oferecer recursos necessários para que seja possível, da melhor maneira, a inclusão de todos no espaço escolar, e que a aprendizagem seja comtemplada.

Na Sala de Recursos, atua a professora Cleusa Guedes, com graduação e especialização em Educação Especial, que atende a todos os níveis, etapas e modalidades de ensino, sendo que, neste ano de 2021, estão recebendo acompanhamento alunos do 1º ano do ensino fundamental ao nível técnico noturno.

O público-alvo da sala de recursos é alunos com deficiência, com transtornos globais do desenvolvimento e com altas habilidades/superdotação. As ações na Sala de Recursos visam um trabalho contínuo e articulado da professora com os demais docentes da sala de aula regular nos momentos de planejamento e elaboração de propostas de intervenção pedagógica mediadas pela Coordenação.

A atuação da orientação escolar mantém contato sempre que necessário com todos os alunos da escola e seus pais, para que as relações sociais e de aprendizagem ocorram de maneira satisfatória. A direção do instituto oferece o suporte necessário para que todos os profissionais envolvidos na aprendizagem escolar possam oferecer o melhor aprendizado e responda à necessidade de cada aluno dentro do possível. Essas ações são necessárias para que a prática inclusiva na sala de aula, no espaço escolar e fora dele aconteçam, tais como  trabalhos em grupo, avaliações e atividades extraclasse.

A Sala de Recursos do Instituto Imaculada está atendendo alunos com deficiência, com TEA, com deficiência auditiva e Síndrome de Down. O objetivo é assegurar a atenção aos alunos do público-alvo, considerando as especificidades de cada caso, minimizando dificuldades, aprimorando o processo de ensino-aprendizagem, promovendo a autonomia e independência no planejamento da vida diária para melhor atuação no cotidiano.

A Sala de recursos é um serviço de natureza pedagógica, conduzido por professor especializado, que suplementa (no caso dos superdotados) e complementa (para os demais alunos) o atendimento educacional realizado em classes comuns da rede regular de ensino. Os alunos recebem orientação uma ou duas vezes por semana, conforme as necessidades apresentadas.

O cronograma pretende contemplar o progresso global do aluno, tendo em vista a adoção de estratégias funcionais na busca de alternativas para potencializar os aspectos cognitivos, emocionais, sociais, motores e/ou neurológicos. Os alunos frequentarão a Sala de Recursos pelo tempo necessário para a superação das dificuldades e obtenção de êxito no processo de aprendizagem na classe comum.

A educadora Cleusa ressalta que sente satisfação em relatar que cada aluno que passou pela Sala de Recursos do Instituto Imaculada deixou marcas, saudades e, principalmente, orgulho, pois mantiveram seus estudos. Outros optaram pelo trabalho. O importante é que buscaram superar suas limitações e não se acomodaram.

“São alunos que se formaram no ensino médio e que, hoje, já concluíram a graduação, sendo que estão realizando sua segunda graduação e já no campo de trabalho. Outros concluíram o ensino técnico ou médio e estão atuando no comércio local em empresas na região. Também outros que concluíram há pouco o ensino médio estão na caminhada no ensino superior. Alunos que não temos como citar nomes, pois todos que já passaram pelo Instituto deixaram sua marca, deixaram lições, fizeram os professores se desafiarem, movimentaram a escola como um todo, pois cada aluno é único e buscamos, como profissionais, encontrar a melhor maneira de atender os alunos no desenvolvimento de sua aprendizagem e conquista de sua autonomia”, conclui ela.