Família e funcionários raspam a cabeça em apoio a jovem com câncer de mama
12 março 2021 |
Compartilhe:

Ao realizar exames médicos com a finalidade de engravidar pela segunda vez, Lisângela Brollo, natural de Romelândia/SC e morando há 13 anos em Não-Me-Toque, acabou descobrindo a existência de dois nódulos nos seios. Após a biópsia, infelizmente o resultado foi positivo para câncer de mama.

— Estou super bem, aceitei desde o início e sempre soube que teria que enfrentar tudo isso de cabeça erguida — disse Lisângela, para a reportagem da Rádio e Jornal A Folha.

Seguindo tudo o que foi recomendado pelos médicos para o devido tratamento, no dia 11 de novembro de 2020, Lisângela passou pela cirurgia de retirada das duas mamas. Na sequência, em 22 de dezembro, passou novamente por um procedimento para retirar um pouco da pele que estava afetada, eliminando assim indicação de radioterapia.

Passados alguns meses, em 22 de fevereiro, realizou a sua primeira sessão de quimioterapia, ao todo, serão seis sessões que ela terá que ser submetida.

Em meio ao momento delicado, uma surpreendente e louvável demonstração de solidariedade e amor de sua família e também amigos e funcionários. No dia 8 de março, data em que foi celebrado o Dia Internacional da Mulher, Lisângela, teve que tomar mais uma difícil decisão que afeta a feminilidade e autoestima: mudar totalmente o seu visual por conta das consequências da 1ª sessão de quimioterapia.

Em sua conta no Instagram, ela relatou um pouco do momento:

— Tive que ser muito forte, porque não é fácil para uma mulher ver seu cabelo cair, foi o dia em que falei para meu companheiro de alegrias e tristezas, lutas e vitórias, Sidinei Ferreira, “vai ter que ser hoje, você consegue?”. E lá foi ele, com lágrimas nos olhos, mas firme e forte, separou o cabelo que ainda restava para doação e em seguida raspou o restante — disse no post.

Ela ainda conta, que os dois choraram abraçados, e quando ouviu o que sua filha havia achado do novo visual, ficou sem reação.

— “Mãe você ficou mais linda ainda”, fiquei sem chão, mas naquele momento ergui a cabeça e resolvi que enfrentaria de frente essa nova realidade, o choro se foi e veio um sorriso com sentimento de gratidão por ter forças para lutar e por ter uma família e amigos do meu lado me dando todo apoio necessário nessa caminhada —

Mas o mais surpreendente ainda estava por vir. No dia seguinte, ao chegar ao trabalho na borracharia que também é de propriedade do esposo Sidnei, um extraordinário ato a pegou de surpresa. Todos os colaboradores e amigos haviam raspado a cabeça em demonstração de apoio e a aguardavam com um grande sorriso no rosto.

—  Fiquei sem saber o que dizer. Minha eterna gratidão por ter pessoas tão especiais assim em minha vida!

Lisângela, agora, segue o tratamento contra o câncer de mama e nos contou que se sente muito bem. Além disso, recomenda para as demais mulheres que façam todos os exames preventivos, pelo menos uma vez ao ano, pois quanto antes for descoberta de alguma doença, maiores são as chances de cura.

Por Roger Amaral