Geral
Governo diz ter liberado rodovias, mas confirma atos em 13 estados
9 setembro 2021 | Geral
Compartilhe:

O governo federal anunciou, no início da tarde desta quinta-feira (9), que não há mais registro de bloqueios de rodovias federais por parte de caminhoneiros que deflagraram movimento em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, ontem (8). Porém, em meio à mobilização do Palácio do Planalto, com a participação pessoal do presidente Jair Bolsonaro, para convencer os manifestantes a liberar as rodovias ao redor do país, 13 estados ainda registravam, às 14h30min desta quinta, concentrações de motoristas e veículos em vias administradas pela União. As informações constam no mais recente informe do Ministério da Infraestrutura, feito com base em informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com o boletim, houve “redução de cerca de 35% nas tentativas de bloqueio em rodovias federais no início desta tarde”. “A região Sul (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) concentra mais da metade das ocorrências registradas […]. Aglomerações ainda seguem nos estados da Bahia, Mato Grosso, Pará, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Goiás, Maranhã, Rio de Janeiro e Tocantins”, diz a pasta presidida por Tarcísio Gomes de Freitas.

BR-285/Rio Grande do Sul (Passo Fundo)
BR-285/Rio Grande do Sul (São Borja)
BR-386/Rio Grande do Sul (Sarandi)
BR-386/Rio Grande do Sul (Mato Castelhano)
BR-381/Minas Gerais (Igarapé)
BR-447/Espírito Santo (Porto de Capuaba)

Os dois informes anteriores traziam as seguintes listas de vias liberadas:

BR-116/Bahia (Feira de Santana)
BR-101/Bahia
BR-101/Sergipe
BR-101/Pernambuco (Igarassu)
BR-116/Rio Grande do Sul (Vacaria)
BR-392/Rio Grande do Sul (Pelotas)
BR-040/Minas Gerais
BR-116/Rio de Janeiro (Dutra/Barra Mansa)
BR-040/Rio de Janeiro (Reduc)
BR-101/Espírito Santo
BR-376/Paraná
BR-153/Goiás (Anápolis)

 

*Correio do Povo