Grupo da Melhor Idade de Lagoa dos Três Cantos tem primeiro encontro do ano
6 setembro 2021 |
Compartilhe:

Os encontros presenciais da Melhor Idade de Lagoa dos Três Cantos estão retornando de forma gradativa, seguindo os protocolos de prevenção à covid-19. Os encontros são mensais, acontecem em seis comunidades do interior e no centro da cidade, acompanhados por Hildegardt Kohler, Luciane Elvanger, e também, voluntariamente, pela Primeira Dama, Lorení Lasch, eventualmente, psicóloga e assistente social. Todas as pessoas com 55 anos ou mais estão convidadas a participar, bem como se dirigirem até a Assistência Social para fazerem o seu cadastro junto ao departamento. Assim, aos poucos, todas as atividades e grupos do CRAS serão retomados.

Mais do que um local para os idosos se reunirem, esses grupos merecem atenção através de uma programação de diversas atividades voltadas ao aprendizado, como danças, atividades físicas, dinâmicas de integração, artesanato, pinturas, jogos, leituras, diálogo, atividades que estimulam a atenção e observação, dentre outras de interesse de cada comunidade.

É notório que a rotina dos idosos modificou-se drasticamente com a pandemia, especialmente, para aqueles que participavam dos encontros de grupos. É a faixa etária que mais sofreu, e a tecnologia passou a ser uma grande aliada desse público para manter uma vida mais ativa. Nesse sentido, a maioria está ansiosa para o retorno da normalidade. Outras pessoas ainda estão receosas, mas sempre respeitando a decisão de cada uma em participar ou não dos encontros.

Sem dúvida, a qualidade de vida no envelhecimento é muito importante para que se tenha uma longevidade bem sucedida, mais saudável e feliz. Os grupos de convivência são importantes nesse processo, pois buscam interagir e compensar todo o vazio social que sofremos durante a pandemia. Vivemos um momento em que temos de ressignificar olhares de tristeza, de solidão e escutar os sentimentos para acolher e tratar o idoso com respeito, carinho e atenção que ele merece.