Grupo Escoteiro Cônego Bento: “Abrace o Escotismo, é uma bandeira que vale a pena”
26 abril 2021 |
Compartilhe:

Oricy Costa Brenner, diretora técnica do Grupo Escoteiro Cônego Bento, e uma eterna apaixonada pelo movimento escoteiro

O Dia Mundial do Escoteiro é comemorando no dia 23 de abril. Os escoteiros prezam a natureza e as atividades ao ar livre como exercícios, excursões e acampamentos, e têm como finalidade a preservação da saúde e o desenvolvimento de noções de dever com a pátria e para com o próximo.

O Dia Mundial do Escoteiro também é conhecido simplesmente como Dia do Escoteiro, ou Dia do Escotismo. O escotismo é uma atividade educacional que visa à formação complementar de crianças e adultos, contribuindo com a formação de caráter e desenvolvendo o espírito de solidariedade social.

O Grupo Escoteiro Cônego Bento foi fundado em 1982 e já foi um dos três maiores do estado. Possui sua sede dentro do Parque de Exposições de Tapera. As atividades são educativas, visando o desenvolvimento integral do jovem, realizadas através de jogos, acampamentos, campanhas solidárias, encontros com outros grupos. Os jovens aprendem técnicas básicas de sobrevivência, o preparo de suas refeições e desenvolvem o respeito pela natureza.

As atividades são em ramos, que são grupos separados por idade. O primeiro deles vai de seis anos e meio até 11 anos incompletos, e seus integrantes são chamados de Lobinhos. De 11 até 15 anos, é o ramo Escoteiro. De 15 até 18 anos, ramo Sênior, e dos 18 até os 21 anos, o ramo Pioneiro.

Podem participar do escotismo jovens de ambos os sexos, independentemente de origem ou religião. A chefia é formada por adultos, com formação junto à União dos Escoteiros do Brasil (UEB), que atuam voluntariamente, sem qualquer remuneração. Todo membro do grupo deve ser registrado na UEB. Com a pandemia, as atividades do grupo, no início, mantiveram-se de forma online. Mas os encontros presenciais são a essência do movimento, e assim que possível, o grupo deverá voltar com toda força e entusiasmo.