Irmã Franciscana Cristiane Götz faz votos perpétuos
29 dezembro 2021 |
Compartilhe:

“Votos perpétuos diante da comunidade, da Igreja, é dizer sim a Deus para a vida toda. Isto é consagrar-se para sempre. E vivenciar a consagração, na Obediência, fazendo a vontade de Deus, com humildade. Na Pobreza, sendo irmã menor semelhante ao Cristo pobre e servindo aos mais necessitados. Na Castidade, amando a Deus com coração indiviso e, por ele, amando e servindo os irmãos e irmãs. Com maturidade, cada dia frequentar a lição do Evangelho, a exemplo de Maria, que deu e viveu seu sim generoso e fiel a Deus”, diz irmã Cristiane Maria Götz.

No sábado, 18, a Irmã Cristiane realizou sua Consagração Definitiva a Deus, na comunidade de Santo Antônio em Vila Raspa, Tapera. Cristiane pertence à Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora.

Realizou a celebração, o Bispo Dom Cleocir Bonetti, da diocese de Caçador –SC, que é amigo da família de Götz.

Cristiane é filha de Eugênio Paulo e Lúcia Götz, possui dois irmãos mais velhos: André e Fernando. É natural do interior de Tapera/RS, em Vila Raspa – comunidade de Santo Antônio.

Segundo ela, desde criança sentia a inquietação do chamado, buscava mais do que somente formar uma família, “mas de início não era claro para mim o ser irmã, ser uma religiosa consagrada”, complementa Cristiane. Em 2013, ela recebeu o convite para fazer o Cursilho de jovens na Diocese de Erechim. “Eu aceitei e, a partir daquele momento, minha vida mudou. Numa ação concreta promovida pelo Cursilho junto à Romaria de Fátima, eu conheci as Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora. Ali compreendi que o Senhor me chamava a ser religiosa”, diz.

Sobre sua formação com as irmãs Franciscanas, Cristiane conta: “Após diálogo com a irmã responsável pela animação vocacional, iniciei acompanhamento e ela foi visitar minha família. No início de fevereiro de 2014 ingressei na casa de formação Lar de Nazaré, em Marau/RS para etapa do pré-Postulantado.  No dia 24 de maio do mesmo ano iniciei na etapa do Postulantado, que na época era interprovincial, e a casa de formação estava em Chapecó/SC. Em 31 de janeiro de 2015 ingressei no Noviciado, que para nossa Congregação são dois anos de formação, um ano de noviciado canônico e um de experiências missionárias. Para o noviciado canônico retornei à Fraternidade Lar de Nazaré em Marau. No segundo ano, realizei minha experiência pastoral na Fraternidade Betânia, em Passo Fundo/RS, auxiliando no cuidado das irmãs idosas e enfermas. Foi aí que surgiu em mim o desejo de cursar o Técnico de Enfermagem, para cuidar das pessoas doentes”.

“Depois de retornar à casa do noviciado para uma formação mais intensa e realizar retiros espirituais, em 14 de janeiro de 2017, na Gruta Nossa Senhora de Lurdes, em Marau/RS, fiz minha primeira Profissão religiosa, tornando-me Irmã Franciscana Missionária de Maria Auxiliadora”.

“Fui enviada para continuar a missão no cuidado das irmãs na Fraternidade Betânia, em Passo Fundo, e nesse tempo também cursei o Técnico em Enfermagem, Massoterapia e diversas disciplinas do Bacharelado em Teologia na Itepa Faculdades. Em janeiro de 2021 fui transferida para fraternidade do Hospital Santa Isabel de Gaurama/RS para atuar junto ao hospital e residencial que a Congregação mantém”, diz.

A caminhada eclesial de Cristiane começou na família onde, desde criança, aprendeu os valores cristãos, o cultivo da oração, a devoção à Nossa Senhora de Fátima com a oração do terço e sempre, para concluir, a oração pelas vocações. Com a família, participou da missa dominical e aprendeu a vivência concreta do amor às pessoas, através da visita às famílias e aos doentes. Atuava nas pastorais paroquiais, especialmente na catequese e na liturgia. “Depois que ingressei na Congregação e direcionando a vida profissional na área da saúde, continuei em sintonia e comunhão com a igreja, pois toda missão que realizo é com a amor pelo reino de Deus, exercendo as obras de misericórdia com os doentes e idosos que são os pobres, a periferia tão necessitada de cuidados”.

“Não tenhas medo, eu te chamei e estarei sempre contigo” (Is 43,1-5). Conforme Cristiane, “esta passagem do profeta Isaías sempre me encantou e, neste momento fundamental do sim para toda vida, esta frase me dá força, me anima e me encoraja, pois é Jesus quem me chamou, é nele que devo confiar, sem ter medo, porque ele me ama e me dá a certeza de que sempre estará comigo em todos os caminhos e travessias.”

Para ela, “a maior felicidade que a vida consagrada me traz é poder servir como irmã, estar presente, próxima das pessoas enfermas e idosas que mais precisam de um olhar, da escuta, de carinho, de ajuda. Esta é uma grande missão. Não tem preço que pague a alegria do coração o servir com amor e misericórdia, como nos ensinou nossa Fundadora, Santa Maria Bernarda”.

“Por isso, faço convite às jovens: vocês que estão inquietas por sua vocação, escutem o chamado de Jesus, busquem fazer um acompanhamento vocacional. Venham conhecer as Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora. Deus chama em todas as idades. Venha você também. Vale muito a pena ser Operária do Reino de Deus, ser realizada e feliz, seguindo a Jesus como irmã consagrada. Deus abençoe a todos. Paz e Bem”, concluiu a irmã Cristiane.

 

Por: Tauana P. da Costa- Jornal da Integração/Tapera-RS