Tapera
LFCC: Mulheres que não medem esforços para fazer o bem
15 março 2021 | Tapera
Compartilhe:

Laizi Pierezan, Presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Tapera, é natural de Soledade, e veio morar em Tapera no ano de 1967, com 16 anos, para cursar o Ensino de 2º Grau no Curso Normal, do I.E.E. Nossa Senhora Imaculada. Laizi é formada em Letras e possui especialização em Orientação Educacional, trabalhou na Escola Imaculada até se aposentar, e após iniciou sua participação na Liga. Nestes anos todos participou de vários movimentos da Igreja Católica, e ainda pertence ao MFC (Movimento Familiar Cristão).

 

A Liga Feminina de Combate ao Câncer foi fundada em 2003, ou seja, há 18 anos. Antes de Laizi, outras mulheres abraçaram esta causa. “Achei que poderia dar minha contribuição, por que eu via o quanto a Liga ajudava as pessoas”, destacou a Presidente.

Devido à lei e protocolo do Estado do RS em relação à pandemia do Coronavírus, não foi possível a realização de eventos em prol da Liga Feminina de Combate ao Câncer. Também não puderam ocorrer os encontros para prestar esclarecimentos ou informações sobre a prevenção e cuidados contra o Câncer, junto às empresas, escolas e entidades locais. Atualmente, não está acontecendo o atendimento na sala da Liga Feminina, junto ao CAIS, e sim, na casa das participantes, onde as pessoas que precisam de ajuda ou que desejam realizar cadastro, são recebidas prontamente.

No ano de 2020, durante a pandemia, a Liga recebeu de empresas sacolas de alimentos, que foram repassadas aos pacientes em tratamento. A LFCC também recebeu um recurso do Fundo Social Sicredi, o qual foi destinado para a realização de exames de mamografias, que foram agendados pela Secretaria de Saúde. Também, no Natal, com o auxílio do Supermercado Santa Clara foi oferecido uma cesta natalina para os pacientes. Mesmo sem entrada de recursos, devido a não realização dos eventos da Liga, “ainda assim estamos possibilitando o Vale Alimentação junto ao Santa Clara, isso até quatro meses depois do paciente terminar sua quimioterapia”, completou.

As pessoas que são atendidas pela Liga, são os pacientes do SUS, homens e mulheres na sua grande maioria, alguns aposentados e também jovens.

“A Secretaria Municipal de Saúde do nosso município realiza um excelente trabalho, principalmente junto aos pacientes oncológicos, agendando exames e consultas. Muitas vezes a ambulância busca os pacientes em casa para realizar quimioterapia. A farmácia também realiza a entrega de medicamentos gratuitos, porém, em alguns casos a medicação solicitada não está disponível na farmácia”.

A Liga tem um carinho especial pelas pessoas que a procuram, porém, a LFCC ajuda como pode. No momento, até o quarto do hospital que era destinado para a Liga ficou difícil devido à pandemia.

Para finalizar, a Presidente Laizi deixou sua mensagem: “Neste mês especial dedicado às mulheres, em nome da Liga quero homenagear todas estas mulheres que fazem acontecer e que deixam seus afazeres para ajudar o próximo. São as nossas companheiras voluntárias, queridas que não medem esforços para que a Liga de Tapera siga em frente e continue a fazer o bem. Para as mulheres que enfrentaram o câncer ou que estão passando por um tratamento, são essas mulheres que se vestem de coragem e determinação, amor e resignação. Vocês são verdadeiras heroínas, que apesar da doença lutam com louvor para proteger suas famílias. Nosso carinho e admiração à todas as mulheres de Tapera. Para nós, não existe nenhuma que não seja batalhadora, amorosa e dedicada a sua família. Dia da Mulher com certeza é todos os dias”.