Outubro Rosa: LFCC na luta contra o câncer de mama
22 outubro 2021 |
Compartilhe:

Por: Tauana P. da Costa/Jornalista do Jornal da Integração-Tapera/RS

 

Neste mês de outubro, a Liga Feminina de Combate ao Câncer de Tapera terá como foco, além da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, mais informações e conscientização em prol da saúde da mulher.

A mamografia é o exame que tem a capacidade de detectar precocemente o câncer de mama e aumentar o tempo de vida das mulheres com diagnóstico.

Este é o tipo de câncer com maior incidência no mundo. No Brasil, mais de 66 mil mulheres são diagnosticadas com câncer a cada ano. Só no Rio Grande do Sul, são cinco mil.

Este tratamento está cada vez mais desenvolvido. Quando descoberto cedo, tem 95% de chance de cura. Hoje, 50% dos casos aparecem antes dos 50 anos.

Conforme a LFCC, as mulheres a partir de 20 anos precisam fazer o autoexame da mama, e a partir dos 40, exigir sua mamografia.

Neste outubro rosa, o IPERGS não está cobrando a diferença da mamografia. A UNIMED Alto Jacuí está cobrando apenas 20,00. E pelo SUS é gratuito. “Basta se informar com a Agente de Saúde do seu bairro e fazer sua solicitação junto a sua Unidade de Saúde”, ressalta a Liga.

A LFCC de Tapera, juntamente com a Prefeitura Municipal, quiseram dar destaque para este mês, colocando luzes cor de rosa no Centro Administrativo e no Centro de Eventos, com os dizeres: “Preciso viver, o tratamento não pode parar. O paciente oncológico é prioridade”.

Devido à pandemia, a procura por exames caiu consideravelmente, talvez por precaução ou até medo. As outras enfermidades foram deixadas de lado.

No dia 7 de outubro, a Liga Feminina esteve participando de um evento na empresa Vence Tudo, em Tapera, onde profissionais de saúde e integrantes da Liga palestraram para 70 mulheres funcionárias da empresa. Também houve o depoimento de uma pessoa que já passou pelo câncer.

“Seu corpo é seu abrigo. Por isso, não deixe de cuidar dele com muito amor. Faça o autoexame e previna-se contra o câncer de mama”.