Prevenção ao uso e abuso de álcool é debatido por profissionais nas escolas em Tapera
6 setembro 2021 |
Compartilhe:

A 5ª Semana Municipal de Prevenção ao Uso e Abuso de Álcool, promovida pela Prefeitura Municipal de Tapera, através da Secretaria de Educação, RAE e Ministério Público, ocorreu na última semana no município de Tapera. Neste ano, aconteceram atividades nas escolas municipais e estaduais, respeitando todos os cuidados de prevenção à covid-19.

Esta semana de prevenção contou com vasta programação, envolvendo divulgações em meios de comunicação, abordagem da temática para os alunos em diferentes formas de estudo, exibição de curtas-metragens, envolvimento das famílias nas tarefas dos alunos e palestras nas escolas, com temas abordados por profissionais. A secretária municipal de Educação, Maria Regina B. Salvadori, ressalta que os trabalhos foram desenvolvidos com todas as faixas etárias. “Trabalhamos com todos os alunos, desde o pré até o ensino médio”, diz.

Maria Regina avaliou de forma positiva a semana de prevenção ao uso e abuso de álcool. “Foi uma semana bem interessante, e com a pandemia, não foi possível realizar um evento maior como de costume, com os pais e alunos. Mas, mesmo assim, conseguimos deixar nosso recado e abordar diversos assuntos”, comenta ela.

Os riscos e as consequências do consumo de álcool, tanto na rua quanto dentro de casa, são riscos muito grandes que interferem diretamente na saúde mental dos jovens, inclusive no rendimento escolar. Em vídeo divulgado nas redes sociais da Prefeitura Municipal durante a semana de prevenção, a promotora de justiça de Tapera, Marisaura Raber Fior, frisou: “Nós precisamos pensar que tipo de educação nós queremos dar aos nossos filhos. Os pais precisam estar conscientes [de] que se houver dentro de casa o consumo excessivo ou banal do álcool, está se passando uma mensagem para os filhos de que esse consumo é tolerado, e muitas vezes, não se discute e não se reflete entre as famílias sobre este risco”, ressalta a profissional.

Ainda conforme a promotora, é muito importante que os pais e a comunidade tenham presente a necessidade de diálogo com os jovens e os filhos acerca desse problema. “Nós queremos o comprometimento da comunidade com esta campanha, e repetimos mais uma vez o lema dos outros anos: ‘Eu me comprometo, e você?’.

Marisaura conclui com um questionamento: “Quando foi a última vez que você parou para refletir sobre este assunto com o seus filhos? Quando você conversou com ele sobre os riscos deste consumo precoce ou excessivo de álcool?”.

 

Por: Tauana P. da Costa/ Jornalista do Jornal da Integração