Tapera
Primeiro semestre da EMEF Presidente Costa e Silva é avaliado
16 julho 2021 | Tapera
Compartilhe:

A EMEF Presidente Costa e Silva, iniciou o ano de 2021 com muitas expectativas e ansiedade pelo ensino presencial. Porém, devido aos impactos da pandemia, foi preciso dar sequência ao ensino remoto com todos os níveis de escolaridade.

Foram organizadas turmas na plataforma Google Classroom do 3º ao 9º ano do ensino fundamental para o recebimento e envio das atividades. Para o acompanhamento da aprendizagem dos alunos e orientações dos professores, as aulas aconteciam diariamente pelo Google Meet. No retorno ao ensino presencial, a escola contou com a maioria dos alunos e apoio das famílias, entendendo a importância de os filhos virem para a escola.

“Sabendo dos impactos que a pandemia trouxe também na questão da aprendizagem, intensificaram-se os trabalhos em sala de aula com os conteúdos e habilidades fundamentais que cada nível de escolaridade precisa”, destaca o diretor do educandário, Carlos Cassel.

Os professores organizaram com a SMECDL a repactuação das aprendizagens para todos os alunos, a fim de retomar os assuntos que não foram consolidados no ano anterior. Nesse período, foram feitas várias reuniões de estudo com os professores, bem como conselhos de classe, para criar estratégias diferenciadas que levem em consideração o ritmo de desenvolvimento de cada aluno, bem como as reais necessidades que cada turma apresentou. A escola mantém contato frequente com as famílias através de visitas domiciliares para reforçar a importância da parceria entre esses dois pilares.

Com o final do primeiro semestre se aproximando, enquanto instituição escola, foi pensado em algumas ações para fortalecer a ligação com a comunidade escolar: encontros de pais, apoio pedagógico no turno inverso, cursos profissionalizantes e projetos do União Faz a Vida, a fim de buscar o sucesso de todos os alunos.

“A Escola é uma grande parceira da família ou a família é a grande parceira da escola: tanto faz a ordem em que se coloque, pois o mais importante é que ambas cumpram com o seu papel educador.” Isabel Parolin.