Procissão de Corpus Christi é realizada em prol das famílias carentes
7 junho 2021 |
Compartilhe:

O PPJ – Pastoral Paroquial Jovem é um grupo da Igreja Católica, que tem como objetivo aproximar o jovem de Deus e formar boas pessoas para com a comunidade.

“Um dos princípios do grupo é a ação e vamos fazer isso estando presentes na comunidade por meio de diversos eventos”, destaca o PPJ.

Quando passar a pandemia, serão realizados encontros duas terças-feiras no mês, na Igreja Matriz, onde o grupo terá uma noite de reflexão e um sábado por mês para gincanas e dinâmicas. Poderão participar, os jovens e adultos dos 15 aos 40 anos, onde poderão atuar como jovens, acompanhantes ou tios.

Pensando em ajudar a comunidade e as famílias necessitadas de Tapera, com o mesmo pensamento do Padre Oswaldo, nos feriados de Corpus Christi sempre era feito os tapetes com serragem, mas de dois anos para cá, notou-se a necessidade das famílias carentes de Tapera em relação ao frio. A partir daí, o PPJ começou a arrecadar cobertores. E neste ano, a ideia se manteve, juntamente com o projeto do padre Oswaldo, “Santa Massa”, onde é feito massa e doado para as famílias carentes.

A partir disso, o evento passou a ser realizado no feriado, assim como no ano passado. Pensando nisso, no dia 03/06, Feriado de Corpus Christi, aconteceu a missa ministrada pelo Padre Oswaldo, das 8h30min às 9h30min e após, foi realizada a procissão, às 10h, com a saída de frente à Igreja Matriz. Foram percorridos todos os bairros da cidade, passando pelas principais ruas, abençoando a comunidade e arrecadando farinha, ovos, mantas e cobertores.

A procissão contou com presença da ministra da Igreja Matriz, Silvia Maria Heck, que abençoou a comunidade com o santíssimo. Também contou com a presença dos membros do grupo, Leodegar Tischer com o carro de som, Brigada Militar, um carro com o grupo de jovens recolhendo as doações e participação da comunidade em geral.

Conforme o grupo, a arrecadação foi um sucesso. “Nossa arrecadação foi um sucesso! Obrigada a todos que contribuíram para que possamos tornar a vida dos que precisam, um pouco mais fácil”.

“Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo”.

Então os judeus começaram a discutir exaltadamente entre si: “Como pode este homem nos oferecer a sua carne para comermos?”

Jesus lhes disse: “Eu digo a verdade: Se vocês não comerem a carne do Filho do homem e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesmos.

Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.

Pois a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue é verdadeira bebida.

Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.” João 6: 51-56.