Professor R. Vicente aborda questões ambientais
7 junho 2021 |
Compartilhe:

A Semana Nacional do Meio Ambiente é comemorada na primeira semana do mês de junho, quando no dia 5 se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Esta semana de conscientização foi criada, no Brasil, pelo Decreto nº 86.028, de 27 de maio de 1981. O objetivo era complementar a celebração ao Dia do Meio Ambiente instituído pela ONU.

A iniciativa visa incluir a sociedade na discussão de pautas que tratem da preservação do patrimônio natural do Brasil.

Pensando em marcar esta data, o professor R. Vicente Werlang, presidente do Conselho Municipal do Meio Ambiente de Tapera e Vice-Presidente do COAJU (Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí), abordou alguns assuntos sobre a questão ambiental.

“No dia do Meio Ambiente, considerando que notam-se sinais da consciência ambiental, a qual é responsável pela sobrevivência do homem em nosso planeta, nos referimos às ações ambientalmente corretas, desenvolvidas por entidades ou particulares, podemos destacar os cuidados com a água, solo, ar, plantio de árvores, aproveitamento de fontes renováveis de energia entre outras.

Mesmo assim, vimos que muito ainda deve ser feito. Primeiro por mim, na minha casa, rua, bairro e município. Acreditamos também que se as organizações não governamentais responsáveis pela produção e distribuição da energia elétrica no Brasil incentivassem mais as formas e energias renováveis, como a eólica e solar, não seria necessário, em algumas ocasiões, a cobrança de taxas maiores como a que vamos pagar de 6,00 a cada 100 kwh, neste mês de junho. Lembrando que isso acontece por causa do uso das termoelétricas, nos locais onde é difícil distribuir energia elétrica”.

“O homem destrói a natureza na justificativa de sobreviver; a natureza luta para sobreviver para garantir a sobrevivência do homem”.