Especial Colono e Motorista
Projeto “Trigo 100 Sacas por Hectare”: Englobando toda a cadeia produtiva
25 julho 2021 | Especial Colono e Motorista
Compartilhe:

Vinícius Ottoni é técnico em agropecuária e bacharel em Ciências Contábeis. Reside em Rincão do Bugre, no interior de Soledade, e atualmente, cursa Agronomia. É professor técnico na Escola Belizário de Oliveira Carpes, de Campina Redonda, no interior de Espumoso, há 15 anos. Em suas aulas, Vinícius aborda Culturas e Máquinas. Também é coordenador da parte técnica da escola, diretor de assuntos do ensino técnico e capacitação profissional do Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Rio Grande do Sul (SINTARGS).

Produtor rural há muitos anos, Vinícius trabalhou para várias sementeiras como cooperado. Hoje, produz sementes para a C. Vale, em Tapera, cooperativa em que é sócio há um ano, e está indo para sua segunda safra de produção.

A C. Vale possui um novo projeto, o “Trigo 100 Sacas por Hectare”, que engloba toda a cadeia produtiva, da semente à produção final e destinação ao moinho. O projeto foi iniciado em 2019, e Vinícius o integra desde o ano passado. Segundo ele, a C. Vale é altamente capacitada nesse quesito: “Eles me orientam e acompanham minha lavoura. E, na colheita, essa produção é de altíssima qualidade, tem um preço diferenciado, até de 5% no preço final. Esse trigo todo é vendido para os melhores moinhos do Brasil, com qualidade equivalente ao trigo importado”, comenta.

Na Cultura do Trigo, o produtor que está dentro do projeto “Trigo 100 Sacas por Hectare” recebe todos os passos, como os auxílios e análises. “Neste projeto, os consultores da C. Vale que acompanham minha lavoura vão me informar corretamente sobre as doses necessárias de aplicação de nitrogênio”, diz o agricultor.

Conforme Vinícius, o insumo mais importante na agricultura é o conhecimento. “Hoje, não são só aplicações e recomendações, e sim, uma síntese de todo o conhecimento agronômico, todo o conhecimento técnico, todo o conhecimento científico, e esse conhecimento, como temos na equipe qualificada na C. Vale, é passado ao produtor para seu trabalho ser mais assertivo. Hoje, a sobra ou o ganho do produtor é: quanto mais acertos nós temos nas nossas atividades, maior é nosso lucro”, destaca.

O projeto “Trigo 100 Sacas por Hectare” começou uma nova fase na produção de trigo, ou seja, uma consultoria direcionada altamente qualificada na lavoura. “Começamos a trabalhar com ela [a C. Vale] pela confiança e credibilidade da empresa. Essa visita é muito importante, pois sempre fomos cooperados e produtores de semente. O foco principal é confiança, segurança, bons preços e credibilidade”, frisa Vinícius.