Secretaria de Saúde de Tapera explica o andamento das vacinações
13 setembro 2021 |
Compartilhe:

Na quinta-feira, dia 1º, aconteceu a repescagem da vacinação contra a covid-19 para a comunidade que, por motivos variados, não pôde fazer a vacina dentro da sua faixa etária. Conforme a secretária municipal de Saúde, Nathália M. Kummer, a segunda dose da vacina contra a covid está garantida para toda a população.

A informação a respeito da segunda dose está registrada na carteirinha de vacinação e foi informada na oportunidade da primeira dose.  Caso alguém não possa fazer a realização da vacina, deve comunicar a secretaria de saúde para reagendamento.

A vacinação contra a covid-19 não é obrigatória, porém, agentes comunitários de saúde reforçam a importância da imunização, fazendo o convite nas residências. “Gostaríamos que a população se vacinasse para garantirmos uma imunidade maior. Felizmente tivemos um número pequeno de pessoas que optaram por não fazer a vacina”, comenta Nathália.

Com a chegada da vacina, o número de casos e internações de pacientes por covid-19 na UTI diminuiu significativamente. “Nós estamos felizes com este resultado, pois entendemos que a campanha de vacinação e os cuidados que a população teve nos últimos meses está surtindo efeito”, diz a secretária.

A próxima etapa será a terceira dose da vacina, que segundo o Ministério da Saúde, vai ser para a terceira idade e pacientes imunossuprimidos. O cronograma de vacinação está sendo aguardado.

Sobre a vacinação da gripe H1N1, a Secretaria de Saúde aguarda as novas remessas de vacina, pois neste ano, a vacina não está mais disponível. “Esperamos que no próximo ano a população tenha uma participação maior, pois entendemos que a H1N1 tem um risco enorme para a comunidade e não gostaríamos que a doença se propagasse”, afirma Nathália. A secretária acredita que talvez tenha faltado um pouco mais de preocupação com a vacina da gripe em virtude da atenção maior à covid-19.

 

Setembro Amarelo

Este é o mês de prevenção ao suicídio. Por isso, Tapera engaja-se seriamente nesta campanha do Ministério da Saúde e do governo do estado. “Queremos que as pessoas saibam que não estão sozinhas. As equipes de saúde mental trabalham para que todos se sintam bem, e quem precisar de ajuda pode se dirigir até as Unidades de Saúde”, frisa a secretária.

 

Por: Tauana P. da Costa/Jornalista do Jornal da Integração