Semana Nacional da Pessoa com Deficiência: uma história de amor e união entre mãe e filha
30 agosto 2021 |
Compartilhe:

     

Na semana de 21 a 28 de agosto, instituída como Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla Lei 13.585/2017, as APAES do Brasil inteiro mobilizam-se e realizam ações para dar visibilidade a causa das pessoas com deficiência, suas lutas e conquistas. Em Tapera, essa mesma data foi instituída como Semana Municipal da Pessoa com deficiência e/ou mobilidade reduzida, e pessoa com Transtorno do Espectro Autista – Lei Municipal nº 3.593/2021.

Sandra Coletti Rollwagen é uma cidadã envolvida fortemente nas atividades da APAE de Tapera desde a sua criação. Incentivados por um grupo de pais de crianças com deficiência de Tapera, a APAE de Carazinho veio para Tapera ministrar uma palestra para conscientizar a população sobre a pessoa com deficiência e sobre tudo o que seria possível realizar com elas.

Sandra é casada com Odilo Rollwagen, é mãe de Odilo R. Filho, Fernanda Rollwagen, Walter Rollwagen Neto e Felipe Rollwagen.

Fernanda, de 40 anos, possui a Síndrome de Down.  Segundo Sandra, quando Fernanda nasceu, começaram a surgir muitos envolvimentos com a comunidade, conscientizando sobre a pessoa com deficiência, junto com amigos que também tinham filhos “especiais”. “Então, a partir daí, a gente se envolveu de uma maneira pensando nos nossos filhos, de corpo e alma”, comenta. “Eu gostaria de ressaltar um agradecimento especial a família de Osvaldo e Etelvina Henrich, pela doação de um terreno magnífico para ser construída a APAE”, ressalta Sandra.

Este mês de agosto, para Sandra, é considerado muito importante devido à Semana da Pessoa com Deficiência. “Esta é uma forma de a comunidade e autoridades se ajudarem, lembrarem e valorizar as pessoas, pois elas merecem um tratamento especial, precisam ser vistas com outros olhos, e com amor”, comenta.

A história de Fernanda, é uma ‘história de amor’, como relata Sandra. Segundo ela, sua filha sempre esteve incluída na sociedade, com os mesmos direitos das demais pessoas. O tratamento da família é o mesmo dispensado aos demais irmãos.

Fernanda começou a frequentar a APAE aos quatro anos de idade no início da instalação da escola, estudou na E.E.E.M, Dionísio Lothário Chassot, de Tapera, e no I.E.E. Nossa Senhora Imaculada, onde também cursou Magistério. Já participou de CTGs, curso de pintura e frequenta academia. Fernanda também adora participar de teatros, danças, adora fazer compras e arrumar-se no Salão de Beleza. Participou da catequese, em que fez a Primeira Comunhão e o Crisma. É muito inteligente com computador e internet, gosta muito de ler e ouvir música e de dançar. Adora cozinhar, adora participar das oficinas no CRAS e da APAE.

“Se Fernanda desenvolveu todas essas habilidades e é feliz, é porque muitas pessoas acreditaram que era possível. Agradeço de coração. Em destaque um agradecimento aos grupo apaeano que sempre esteve ao lado dela. Ela é um anjo na nossa vida, que só nos traz alegria”, comenta Sandra.

São muitas as conquistas de Fernanda, e para ela, o que mais marca é a sua festa de 15 anos. Também a marcam as formaturas, participações em eventos da comunidade, viagens, entre outras atividades.

Sandra finaliza com uma mensagem: “Eu gostaria de dizer que nossos filhos são anjos: anjos que agem com sabedoria, com humildade, com simplicidade. Eles dividem, eles perdoam, eles não conhecem a ganância e nem o egoísmo. Como seria bom se todas as pessoas, hoje, fossem anjos como nossos filhos são”.