Tapera
Supermercados adaptam-se ao regramento da bandeira preta
19 março 2021 | Tapera
Compartilhe:

O anúncio feito pelo governador Eduardo Leite (PSDB) no início do mês de março colocou todo o Rio Grande do Sul em bandeira preta devido à grave situação de saúde pública no estado. A decisão ocorreu sem a consulta aos municípios, com o fim da cogestão. Com a vigência da bandeira preta, o comércio em geral precisou adaptar-se, uma vez que somente o funcionamento de serviços considerados essenciais está autorizado. No caso dos supermercados, a comercialização de alguns produtos considerados não essenciais está suspensa de maneira temporária.

No Supermercado Santa Clara, de Tapera, para seguir as normas da bandeira preta, um segurança tem monitorado a entrada na porta, controlando a entrada com um aplicativo de celular conforme a regra de ocupação, que determina uma pessoa a cada 8m² de área. A medida vai ao encontro de outros estabelecimentos e redes que já executam a medida. Segundo a gerente, Cirlei Ebert Gatto, “continuamos com todos os protocolos de segurança, máscara, álcool gel e distanciamento entre as pessoas e, ainda, aferição de temperatura de funcionários e clientes”. Também é feita a higienização dos carrinhos após cada compra e a desinfecção dos corredores e ambientes duas vezes ao dia.

Cumprindo o decreto da bandeira preta, os seguintes produtos estão interditados: confecções, brinquedos, eletrodomésticos, bazar, festas e plásticos. Quem deslocar-se ao supermercado perceberá que as seções onde se encontram esses itens estarão fechadas com fitas. Deles, apenas potes e panelas, que são itens relacionados à alimentação, estão liberados para comercialização. O prazo de término destas normas depende do decreto estadual.

Para facilitar e auxiliar os clientes, o Supermercado Santa Clara está realizando vendas online pelo site <www.supersantaclara.com.br> com isenção de taxa e de frete durante a vigência da bandeira preta. As vendas também acontecem pelo WhatsApp: mercado – (54) 99676-0499; loja de confecções – (54) 99707-6816; e pelo telefone (54) 3385-2700.

“Referente ao decreto: acredito que esteja correto o controle e prevenção. Porém, entendo que todos os serviços são essenciais, então, com cuidado, todos os comerciantes deveriam poder trabalhar, pois a economia depende do trabalho de todos”, disse Cirlei.

Desde o início da pandemia, o Supermercado Santa Clara está trabalhando com um plano de contingência no setor de segurança do estabelecimento. Os protocolos são cumpridos corretamente, e segundo a gerente, é possível afirmar as medidas estão dando certo, “pois tivemos pouquíssimos casos positivos no mercado. É muito importante lembrar que, a quaisquer sintomas, os funcionários são afastados imediatamente”.

“Gostaria de agradecer a todos os nossos clientes pela compreensão e respeito que têm demonstrado com nosso supermercado, cumprindo sempre com as regras de segurança. Também agradecer à nossa equipe de colaboradores, que vem enfrentando, há mais de um ano, a linha de frente com o atendimento seguro e comprometimento com a empresa. Evite aglomerações e, se puder, venha sozinho ao mercado”, finaliza Cirlei.