Tapera
Surto de Coronavírus: Comunidade solidariza-se fazendo doações e auxiliando o Lar do Idoso
21 junho 2021 | Tapera
Compartilhe:

O Lar do Idoso José e Rosalina Koehler emitiu comunicado no dia 11 de junho em relação ao surto de coronavírus ocorrido na instituição. Da mesma forma, a secretária de Saúde também divulgou nesta semana uma nota oficial sobre o assunto.

Até o momento, desde a data do comunicado, a respeito dos idosos em isolamento no Lar, a grande maioria não apresenta sintomas, ou apresenta sintomas leves e estão sendo medicados conforme orientação da médica da Central da Covid do município de Tapera. Uma dessas idosas foi liberada do isolamento, e os demais, devem ser liberados neste sábado (19). Dos idosos que estavam no hospital, um teve alta, e outra delas deve ser liberada. Infelizmente, as outras três anciãs vieram a falecer, totalizando quatro óbitos.

Com relação às funcionárias, a maioria delas precisou ser afastada, principalmente as que trabalham no turno da manhã e da tarde. A instituição está sem as duas cozinheiras, algumas cuidadoras e sem funcionárias responsáveis pela limpeza e lavanderia.

Tendo em vista o afastamento de muitas colaboradoras, principalmente as cozinheiras, as funcionárias perceberam que não dariam conta de tudo, já que estão em apenas cinco durante a manhã e tarde. Assim, surgiu a ideia de encomendar o almoço no primeiro dia.

“Para nossa surpresa, um restaurante resolveu doar as marmitas. Com a publicação no Facebook, gerou-se uma rede de apoio gigantesca à nossa instituição, e as doações não param de chegar. São famílias, grupos de amigos, empresas, comunidades, familiares dos idosos… Nessa semana que se passou, conseguimos almoço e lanche para todos os dias”, ressalta Suane Dallanora, assessora jurídica do Lar do Idoso.

Ela diz que todos estavam confiantes de que conseguiriam passar pela pandemia sem nenhum caso entre os idosos. Mas, infelizmente, isso não aconteceu. “Depois dos primeiros casos positivos, o clima na instituição estava muito pesado e muito tenso, o que piorou com o falecimento de algumas idosas. Ficamos muito tristes. Mas sabíamos que tínhamos de continuar e sermos fortes pelos que ficaram conosco”, frisa.

Diariamente, as funcionárias conversam com familiares, mandam fotos e informações, boletins médicos, e de acordo com Suane, o clima de insegurança foi amenizando com o passar dos dias. O Lar do Idoso acredita que isso tenha relação com o apoio e com as centenas de mensagens que tem recebido. Ver retornar para casa um idoso que estava no hospital foi uma sensação muito boa, um alívio.

“Nós agradecemos à comunidade taperense, por mais uma vez, voltar seus olhos para esta instituição. [A comunidade é], sempre, muito solidária e carinhosa conosco, e isso nos dá força para enfrentar todos os problemas. Aproveitamos para informar que todos os idosos que estão na instituição passam bem! Quanto aos familiares, pedimos que concentrem os pedidos de informações no nosso WhatsApp: (54) 98432-8447”, finaliza Suane.