Tapera está engajada na campanha Agosto Lilás
16 agosto 2021 |
Compartilhe:

Com a chegada de agosto, inicia-se também a campanha voltada ao enfrentamento da violência contra a mulher, o Agosto Lilás. A iniciativa é dedicada a ações de prevenção e combate à violência doméstica e de ampla divulgação dos direitos femininos. Reforça a necessidade e responsabilidade que todos têm em não aceitar nenhum tipo de violência, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser do tipo física, psicológica, sexual, moral e patrimonial. Convida, ainda, a uma reflexão quanto ao assunto que, infelizmente, é uma realidade em muitos lares.

No município de Tapera, a campanha é realizada através do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, e neste ano, conta com a parceria das escolas, que ajudarão na entrega dos panfletos e desenvolverão estudos e ações relacionadas ao tema. “Este é um tema muito importante que devemos trabalhar em nossa comunidade, e passando pela educação, teremos a certeza de que haverá maior conscientização de todos”, diz a presidente do CMDM, Marilei B. Kuhn.

A presidente também relatou que as mulheres de Tapera, a partir deste mês, poderão contar com um espaço mais acolhedor no momento de realizar uma denúncia na delegacia de polícia, que é a Sala das Margaridas. É uma área mais reservada, voltada à mulher vítima de violência.

A denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. O Ligue 180, da Central de Atendimento à Mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. O canal recebe as denúncias e esclarece dúvidas sobre os diferentes tipos de violência aos quais as mulheres estão sujeitas.

Mesmo se a vítima não registrar ocorrência, vizinhos, amigos, parentes ou desconhecidos também podem utilizar o Ligue 180 ou ir a uma delegacia para denunciar uma agressão que tenham presenciado. O autor da denúncia pode ser, ainda, o Ministério Público. Após mudanças recentes na lei, a investigação não pode mais ser interrompida, ainda que a vítima desista da ação. As vítimas também poderão ligar para os números (54) 3385-1165 ou no WhatsApp (54) 98434-8605.

 

Ações agendadas:

Cronograma de ações organizadas para este ano:

➢ 26/08/21 – 9h – Caminhada de Conscientização na Comunidade da Vila Paz, envolvendo alunos do 6º ao 9º ano da EMEF João Batista Mocelin;

➢ 27/08/21 – 9h – Caminhada de Conscientização na Comunidade da Vila Elisa, envolvendo alunos do 6º ao 9º ano da EMEF Francisca Cerutti;

➢ 31/08/21 – Mesa redonda com discussão sobre o tema com convidados especiais e mulheres do Bairro Brasília na EMEF Presidente Costa e Silva;

➢ Distribuição de panfletos e conversa com as mulheres da Vila Teles;

➢ Distribuição de panfletos e conversa com os grupos das mulheres do interior (grupos de ginástica);

➢ Distribuição de panfletos nas Escolas Estaduais e Particulares da cidade, levando a proposta de trabalho para as turmas de alunos;

➢ Pontos de luz na cidade e Banners de Divulgação – trevo de acesso, Centro Administrativo, Centro de Eventos e SEMASC e CRAS;

➢ Sala das Margaridas – uma sala está sendo organizada com muito carinho, na Delegacia de Polícia, para acolher e atender mulheres vítimas de violência, da nossa comunidade;

➢ Divulgação nos meios de comunicação do Município.