Entrevista
Vanize Rutzen é a nova Presidente da Câmara de Vereadores de Tapera
15 janeiro 2021 | Entrevista
Compartilhe:

Vanize Rutzen (MDB) e Solange Teresinha Goettems (Progressista) passam a comandar a Câmara de Vereadores de Tapera, Vanize como Presidente e Solange Vice-Presidente. O 1º Secretário passa a ser Evandro Alves Valente (Progressista) e 2º Secretário, Altemir Rogério Krapper (MDB).

O Jornal da Integração entrevistou Vanize, para saber sobre sua trajetória para chegar até este cargo de Presidente da Câmara, expectativa, objetivos, dentre outros.

Foto2

JI: Nos fale sobre você, sua trajetória…um pouco da sua história.

Vanize: “Sou original de Arroio do Tigre, graduada em fisioterapia pela Unicruz, pós graduada em fisiologia do exercício e Educação Especial. Residindo há 20 anos em Tapera, aqui constituí minha família, eduquei meus três filhos, já adultos e formados, me estabeleci profissionalmente em minha clínica particular e também como fisioterapeuta da Escola Especial APAE. Neste tempo me dediquei a muitas atividades e causas sociais e religiosas, sempre buscando contribuir para o bem estar das pessoas”.

JI: Qual a sua avaliação sobre as eleições municipais?

Vanize: “Penso que foi um recado claro das urnas sobre o desejo da ampla maioria da população em dois sentidos. O primeiro de continuidade da atual administração, que mesmo em meio a todas as dificuldades impostas pela pandemia, tem sido exemplo de coerência e empenho em favor da população. E nisso mantemos nossa sintonia como a maneira como o Prefeito Volmar Kuhn busca esses objetivos. O segundo, o desejo dessa maioria de renovação do legislativo e maior qualificação no trato das questões municipais. Prova desse desejo é a eleição de duas mulheres ligadas a setores fundamentais: saúde e educação, fato reconhecido pelos próprios demais vereadores eleitos”.

JI: Como é para você conseguir essa conquista? E o que você destaca sobre as mulheres conseguirem espaço na política?

Vanize: “Isso responde a uma expectativa da população pelo olhar mais acurado e cuidadoso, característico do olhar feminino, sobre as questões que afetam a cidade e a sociedade Taperense. Isso representa um significativo avanço sobre o lugar da mulher no espaço político e que se espera que as discussões e decisões priorizem as necessidades reais da população e não os interesses pessoais e partidários. Claro que defendemos um partido e um certo modo de gerir a coisa pública, mas o ser humano, as pessoas e suas carências estão acima de todos esses interesses”.

JI: Como você se vê preparada para assumir a Presidência da Câmara?

Vanize: “Para mim trata-se de uma nova experiência e um desafio de aprendizado. Mas me reconheço, com capacidade de observação e diagnóstico, mas principalmente de compreender e aprender. Apesar de ser minha primeira experiência num cargo público, estou estudando ininterruptamente cada questão, cada problema e me vejo diante do desafio de manter a coerência, o bom senso, a ética e a integridade ante cada decisão a ser tomada”.

JI: Quais são seus planos, projetos e objetivos frente à Câmara?

Vanize: “Temos inúmeros desafios pela frente e a necessidade de ouvir e estar mais perto da população. Mas pensando na coerência, manter o foco da câmara nas questões de maior interesse da população e isso implica na capacidade de ver e ouvir. Pessoalmente, penso priorizar aquelas propostas que defendi durante toda a campanha: continuar aperfeiçoando nosso sistema de atendimento à saúde, principalmente saúde da mulher. Da mesma forma o olhar de cuidado para com a parcela menos favorecida da população, incluindo as pessoas com deficiência e suas famílias. Cito essas duas áreas porque são aquelas em que atuo como profissional e conheço com certa profundidade. Mas temos igualmente preocupação com a geração de emprego e renda, educação, infraestrutura, dentre outras”.

JI: O que mais te incentivou para conseguir chegar onde chegou?

Vanize: “Deus me deu o privilégio de construir minha família e minha vida profissional aqui em Tapera, exemplo de qualidade de vida. E isso me trouxe uma motivação íntima, um sentimento de que posso contribuir, posso fazer mais. Essa força interior foi o ponto de partida para aceitar o convite a me candidatar à câmara. Mas paralelo a isso tive o incentivo inestimável da minha família, dos amigos, dos meus pacientes e dos companheiros e companheiras de partido”.

JI: Deixe sua mensagem final, como presidente da Câmara.

Vanize: “Diariamente peço ao bom Deus força e sabedoria para exercer meu mandato da forma mais coerente e mais benéfica possível para a maioria da população. Da mesma forma, que este desafio inicial da presidência seja mostrar claramente a que viemos, de prática política com integridade ética, competência e busca de bem estar das pessoas.

Não faço nenhuma promessa irrealizável. Mas com certeza, com os pés no chão, toda dedicação e esforço possível, para representar a mulher na política taperense e continuar contribuindo para que nossa cidade de Tapera continue sendo esse lugar acolhedor e muito bom para se viver”.