Volta às aulas: I.E.E. Nossa Senhora Imaculada planeja um retorno seguro
25 fevereiro 2021 |
Compartilhe:

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul optou, excepcionalmente neste ano, devido ao momento de pandemia, fechar as escolas da rede estadual de ensino, no período de 01 de fevereiro a 01 de março, cumprindo assim, as férias coletivas de seus servidores, funcionários, especialistas, professores e direções de escolas. Desta forma, as atividades retornarão no dia 01/03, para organização dos espaços escolares e nos dias 03, 04 e 05 de março a realização da formação pedagógica para os professores. Cabe lembrar, que a organização do calendário escolar do ano de 2021 seguirão as orientações da portaria 14/21 da Secretaria Estadual de Educação.

O início das aulas acontecerão no dia 08 de março, no formato de escalonamento, devido ao número de alunos por turma exceder o máximo permitido, orientado pelo Decreto 55758/21, publicado em 15 de fevereiro no diário oficial. Este decreto prevê a possibilidade de capacidade máxima de alunos, desde que cumprido o espaço de 1,5m de distância entre as classes. Deste modo, a forma escalonada de alunos deverá permanecer, pois as turmas são maiores que a quantidade máxima possível em cada turma.

A partir do dia 01/03, o Instituto Imaculada fará a divulgação dos alunos que terão início de suas aulas no dia 08/03, de forma presencial e o modo de funcionamento, através de reuniões de pais, onde serão informados sobre a modalidade híbrida de ensino.

Com certeza, os cuidados com a higienização e os protocolos de distanciamento deverão permanecer neste retorno às aulas presenciais, pois vivenciamos um momento extremamente delicado quanto à pandemia. “Para a segurança de todos os alunos, professores e funcionários, e para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus, reiteramos a compreensão e cumprimento de protocolos já amplamente divulgados. O Estado do Rio Grande do Sul reitera a declaração de estado de calamidade pública em todo o território estadual, necessitando assim, de toda a nossa atenção, cuidado e cumprimento das legislações existentes e do plano elaborado pelo COE da escola, quanto a medidas sanitárias segmentadas definidas nos protocolos”, frisou a Diretora Luciana Rizzi.

Ainda conforme Luciana, “muitos sentimentos estão presentes neste momento da pandemia, exigindo esforço do grupo docente da escola, por meio de estratégias para acolhimento e condução do processo formativo dos alunos, para que possamos aprender e ensinar através do cuidado”, disse.

Cursos Técnicos e demais atividades

Essa é uma análise que será feita de forma individualizada, conforme o número de alunos por turma e a capacidade máxima de cada sala, a partir do espaço físico. Essas informações serão comunicadas às famílias a partir do dia 01/03.

Outras informações

Importante ressaltar, que o novo decreto não altera as estratégias para retomada às aulas presenciais, salvo a realidade de pequenas escolas ou turmas com poucos alunos. Os protocolos do estado, bem como as orientações quanto ao distanciamento precisam ser preservados, em face ao rápido aumento na ocupação de leitos clínicos que vivenciamos e a demanda sobrecarregada quanto aos leitos de UTI.

“Ainda reforçamos, que o Governo do Estado ainda está realizando reuniões com diferentes instituições e Ministério Público, para alguns alinhamentos com relação ao retorno”, finalizou a Diretora.