Saúde
6ª Coordenadoria discute a regionalização dos partos
1 julho 2017 | Saúde
Compartilhe:

Medida desagrada municípios, que passam a realizar os procedimentos em Carazinho

Prefeitos e Secretários de Saúde de Victor Graeff, Não-Me-Toque e Lagoa dos Três Cantos participaram terça-feira, 27/6, de reunião no auditório da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde, dirigida pelo titular Vanderlei Ramos do Amaral. Na pauta, a regionalização dos partos.

Os três municípios trabalharam durante meses para manter os partos em Não-Me-Toque, que dispõe de dois hospitais preparados. Porém, Amaral explicou que a Resolução CIB/RS nº 206/2017 estabelece que para ser referência e receberem partos de outros municípios, os hospitais devem possuir o mínimo de 50 leitos inscritos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, além de realizarem no mínimo 365 partos anuais. Além disso, a casa de saúde deve contar com equipe médica composta por obstetra, pediatra, anestesista e enfermeira obstétrica 24 horas por dia.

Com isso, os hospitais de Não Me Toque não estarão enquadrados e a referência passa a ser Carazinho para Lagoa e Victor Graeff. Já o caso de Não Me Toque é mais específico: pode manter os partos via SUS desde que haja referência para encaminhar as gestantes em caso de intercorrência – Carazinho.

A medida e a resolução não agradam as administrações municipais de Victor Graeff e Lagoa dos Três Cantos. De acordo com o prefeito victorense Cláudio Afonso Alflen, mais uma vez saem prejudicados, com mais custos, sejam hospitalares, ou de transporte, sem contar no maior desconforto das gestantes que precisam se descolar o dobro da distância para realizarem seus partos, além da preocupação se a nova referência vai suprir essa demanda.

Alflen salienta que a resolução é uma medida do Estado, que o município deve cumprir para não ficar sem uma referência hospitalar.

Sobre os novos prazos, para efetivar a referência, os serviços de atenção hospitalar terão um prazo de 30 dias, a partir da assinatura do termo de adesão, para as adequações.