Política
Abel analisa início da gestão
12 fevereiro 2017 | Política
Compartilhe:

 

O prefeito Abel Grave recebeu a Reportagem do VR na tarde de terça-feira, dia 17, para falar sobre o primeiro mês de trabalho da administração Abel/Alberi. Além da avaliação, o chefe do Executivo fala das prioridades e de dificuldades encontradas. Acompanhe.

 

VR – É possível fazer um balanço desses primeiros trinta dias de governo?

Abel – É possível sim. A partir do dia 31 de dezembro, tivemos uma chuva torrencial no nosso município, que acarretou prejuízos para várias pessoas. Então, nas nossas primeiras ações tivemos que prestar esse atendimento. Reformular os prejuízos, principalmente a questão das estradas do interior, tendo em vista a safra que se aproxima, e quatro pontes danificadas que tivemos que reestruturar. Vários outros trabalhos foram realizados junto a Assistência Social para atender a necessidade de cada cidadão afetado pela enchente.

Além disso, demos continuidade a vários assuntos, principalmente do nosso plano de governo. Estamos começando o processo de criação do nosso conselho. Já tivemos três reuniões tratando da liberação do parque industrial. Contatamos todos os secretários, observando cada pasta, vendo valores, orçamentos, iniciativas a serem tomadas e também questões relacionadas ao trânsito, como o estacionamento rotativo.

Tudo aquilo que apresentamos em nosso plano de governo durante a campanha, começamos a reorganizar a equipe para dar início a esses trabalhos. Por exemplo, hoje (dia 7) nos reunimos com representantes da Coprel, pois queremos levar a internet à 100% do interior. Na área da segurança pública, amanhã (dia 8) iremos a Porto Alegre tratar sobre esse assunto.

Tivemos um mês que nossa expectativa orçamentária não alcançou aquilo que esperávamos. Queremos viabilizar recursos, por isso semana que vem estamos indo à Brasília em busca de emendas parlamentares.

Recebemos a liberação do Arroio Puxiretê, da ponte no Bairro Floresta (Rua Três de Outubro) até o Bangú, cerca de dois quilômetros, onde iremos desobstruir as margens. O mesmo trabalho também será feito no córrego do Bairro Progresso, onde muitas famílias foram atingidas com o grande volume de chuva.

Vários assuntos estão surgindo, os quais estamos dando encaminhamento e esperamos apresentar um resultado o mais rápido possível

 

VR – Em relação a mudanças administrativas, o sr. ficou satisfeito com as medidas e as alterações realizadas?

Abel – Esse é um assunto amplamente discutível, que nunca vai se esgotar. Existem algumas manifestações contrárias, pensamentos diferentes. Nós aqui também precisamos fazer uma reforma administrativa, com o objetivo de disponibilizar um trabalho mais eficiente. Quero salientar que abrimos o concurso para os menores aprendizes, com inscrições até o dia 23 de fevereiro. Até o mês de setembro também queremos desenvolver um concurso público, para cobrir vagas em que apresentamos carência de funcionários. Então, são várias iniciativas que estão sendo tomadas. Acredito que estamos no caminho certo.

 

VR – Quais as principais dificuldades encontradas até o momento?

Abel – Hoje a principal dificuldade que estamos enfrentando, e não é só no nosso município, é a questão orçamentária, pois, infelizmente, nesse primeiro mês não alcançamos nosso objetivo. Outra grande dificuldade é a demanda de trabalho ser superior ao efetivo que temos. Ainda não estamos conseguindo atender da maneira que as pessoas merecem, devido à dificuldade de material e principalmente de infraestrutura. Mas, estamos organizando e replanejando nossa estrutura para disponibilizar um atendimento de qualidade, o qual cada cidadão ibirubense espera da prefeitura municipal.

 

VR – Como está o apoio junto aos governos do estado e federal?

Abel – O primeiro contato teremos essa semana, na audiência em Porto Alegre, com o Secretário de Segurança Pública. Temos um grupo de prefeitos da região, entendemos que juntos somos mais fortes e vamos todos buscar a reestruturação da Brigada Militar. E na próxima semana iremos a Brasília contatar alguns deputados, em busca de emendas parlamentares. Além disso, precisamos manter nosso planejamento, aproveitando verbas específicas e oportunidades. Acredito que se nós continuarmos nessa intensidade, colheremos bons frutos e ótimos resultados logo ali na frente.

 

VR – Quais as principais prioridades ora em diante?

Abel – Nós temos que trabalhar o saneamento básico. Também, continuar a pavimentação asfáltica, principalmente nas ruas Arnoldo Wollmeister, Francisco Emílio Trein, Mérito e Julio Rosa, as quais elencamos para viabilizar essa estrutura. Continuamos com a busca de espaços adequados para oferecer um bom atendimento, principalmente na área da educação, como no maternal (crianças de 0 a 5 anos). Queremos buscar ainda uma porta de empregos.

Nosso objetivo é oferecer a infraestrutura necessária para o cidadão conduzir a sua vida de maneira descente, buscar o seu pão, a sua valorização, o seu espaço dentro da comunidade. E a municipalidade precisa ser a solução na vida das pessoas. Esse é o nosso grande desafio. Queremos prestar um bom atendimento a todo o público, e é por isso que eu tenho me desdobrado um pouco na questão do atendimento. As pessoas têm vindo nos procurar, trazendo suas dificuldades, e como prefeito acredito que tenho que disponibilizar esse tempo. Ouvir a comunidade, entender o problema de cada um e viabilizar uma estrutura para que ela possa alcançar seu objetivo.

4IBprefeito2