Agentes da Polícia Civil anunciam greve a partir desta segunda-feira
5 novembro 2017 |
Compartilhe:

Agentes atenderão somente ocorrências graves

Pelo segundo mês seguido, agentes da Polícia Civil entrarão em greve por conta do atraso no pagamento dos salários. A manifestação se iniciará nesta segunda-feira (6) e terminará, conforme o Ugeirm Sindicato, quando os vencimentos de toda a categoria forem quitados. No mês passado, a paralisação se estendeu do dia 5 ao dia 13. O presidente do sindicato, Isaac Delivan Lopes Ortiz explicou que todos os policiais assumirão seus postos de trabalho durante a greve, mas apenas 30% dos serviços serão mantidos.

— Haverá um revezamento. Quem não estiver trabalhando, vai orientar a população — disse.

Em nota, o sindicato detalha que todos os casos de urgência e emergência serão atendidos e alerta para a possibilidade de não haver circulação de viaturas. Mandados de prisão, operações e ações policiais, serviço cartório, entrega de intimações, oitivas, remessas de inquéritos ao Judiciário não serão realizados.

As Delegacias de Pronto Atendimento somente atenderão os flagrantes e casos graves como latrocínios, homicídios, estupros, ocorrências envolvendo crianças, adolescentes e idosos e Lei Maria da Penha. Segundo Ortiz, na quarta-feira (8), haverá uma reunião mediada pelo Poder Judiciário entre sindicato e governo.

— Vamos pedir que o Estado pare de atrasar os salários. Isso é o mínimo que precisa ser feito — complementou.

 

Marcelo Kervalt/GaúchaZH

Foto: Reprodução