Cultura
Biblioteca Pública de Tapera conta com 25 mil volumes
30 abril 2017 | Cultura
Compartilhe:

O Dia Internacional do Livro foi comemorado domingo, 23 de abril. E Tapera não tem o título Cidade Cultura em vão: o taperense gosta de ler. A referência é a Biblioteca Pública Municipal.

De crianças a pessoas de mais de 85 anos, todos estão sempre em busca de algo interessante. A administração municipal se preocupa com isso, e mantém a instituição atualizada, adquirindo lançamentos. Tanto na literatura de romances, biografias, infantil, histórica ou de pesquisa, a procura no acervo bibliotecário municipal é considerada excelente.

O universo de 1.411 associados da Biblioteca Pública é um indicativo, mas não revela o número real de leitores: talvez mais do que o dobro, já que a pessoa cadastrada pode retirar livros para familiares, amigos e até vizinhos. Cada cadastro dá direito a retirar até quatro livros de uma vez.

A coordenadora Luisa Maristela Soares estima que o número de leitores passe de 2.500 por mês, sem contar ainda quem recebe livros dentro dos programas de leitura. É o Café com Leitura, que reúne uma vez ao mês em torno de 40 pessoas; a Caravana da Leitura, que consiste em um veículo que leva o livro até as pessoas nas casas, escolas, empresas e comunidades interior; o Troca-Troca de livros, onde o leitor traz um e leva outro livro; e a Contação de Histórias.

Para atender tanta procura, o atendimento ao público foi estendido nas segundas-feiras, até às 20h30min. “Muita gente vem à noite, quando sai do trabalho, ou quando está indo para a escola e até para um evento”, conta Luisa.

São em torno de 25 mil volumes no acervo. Além dos adquiridos, as doações chegam quase que diariamente. A maioria dos leitores são mulheres.

Entre os mais procurados estão os romances e a categoria espírita. Mesmo com a facilidade da internet, os estudantes continuam pesquisando muito na biblioteca. Luisa revela que os professores fazem questão de pesquisar em livros. Os vestibulandos, da mesma forma, utilizam bem esta alternativa para se prepararem para o vestibular.

Entre as obras mais recentes adquiridas estão “Espero Alguém”, de Fabrício Carpinejar, “Para Poder Viver”, de Yeonmi Park, e “Tribunal de Quinta-feira”, de Michel Laub.

5B TAPlivro1

Uma as obras mais recentes é de Fabrício Carpinejar