Ibirubá
Câmara conta com participação da LFCC na segunda sessão ordinária
25 março 2018 | Ibirubá
Compartilhe:

Integrantes da Liga Feminina de Ibirubá falaram de lutas diárias e dificuldades. Na próxima reunião, Normélia Müller receberá título de “Cidadã Ibirubense”

A segunda reunião da Câmara de Ibirubá no ano contou com a presença de boa parte das voluntárias da Liga Feminina na noite de segunda-feira, 19. Elas explicaram as atividades realizadas no município e pediram o engajamento dos vereadores e comunidade na causa.

A presidente Nair Sibila Marangon disse que a Liga vem encontrando dificuldades em situações pontuais que envolvem o transporte dos pacientes oncológicos para tratamento em centros maiores, e que há a necessidade de um novo espaço para a instalação da sede. O espaço atual, no 2º andar da Biblioteca Pública, não é o mais adequado, pois dificulta – se não impede – o acesso de pacientes debilitados pela doença ou pelo tratamento, muitos dos quais utilizam cadeira de rodas.

Nair afirmou que o prefeito Abel Grave acenou com a possibilidade de conseguir um novo espaço, mas é preciso apoio da Câmara. Os vereadores comprometeram-se com a iniciativa.

Na pauta normal, a sessão teve a deliberação da ata, leitura de ofícios, de indicações e a deliberação de dois requerimentos:

 

  • Proposta de Moção 001/2018, da vereadora Dileta das Chagas, em apoio à manutenção e instalação de lombada eletrônica na ERS 223, em frente a Vence Tudo. Aprovada por unanimidade, deve ser apresentada na próxima sessão da Ascamaja;
  • Projetos de Lei Municipal 007/18, 008/18, 009/18 e 010/18, que autoriza a contratação temporária de professores, contratação temporária de auxiliares de ensino, alteração do parágrafo único do Art. 1º da Lei Municipal 2.746/17 e autorização para firmação de convênio com o Conselho Pró-Segurança Pública de Ibirubá (CONSEPRO), respectivamente (que aguardam parecer das comissões);
  • Pareceres e votação do PL do Legislativo 003/18, de autoria da Mesa Diretora, que define o percentual de reposição inflacionária aos agentes políticos de Ibirubá em 1,81% (aprovado – Lei Municipal nº 2.751/18);
  • Votação do PL do Legislativo 004/18, da Mesa Diretora, que define o percentual de 2% à Revisão Geral Anual dos vencimentos do quadro de cargos efetivos e em comissão do Legislativo Ibirubense (aprovado – Lei Municipal nº 2.752/18);
  • Votação do PL do Legislativo 005/2018, da Mesa Diretora, que fixa o valor do auxílio alimentação dos atuais R$ 340,00 para R$ 370,00 (aprovado – Lei Municipal nº 2.753/18);
  • Votação do PL 006/2018, das vereadoras Marisa Dickel de Oliveira e Maria Ilani Henkes Lamb, que concede o título de “Cidadã Ibirubense” a Normélia Maria Müller (aprovado – Lei Municipal nº 2.754/18);
  • Pareceres e votação do PL Complementar 001/18, que altera o “caput” do Art. 1º da Lei Complementar 032/06 (aprovado – Lei Complementar 154/18);
  • Leitura dos pareceres e votação do PL Municipal 004/18, que autoriza a contratação temporária de dois Agentes de Trânsito e Sinistros pelo período de 180 dias (aprovado – Lei Municipal nº 2.747/18);
  • Leitura e votação do PL Municipal 004/18, que concede revisão geral anual ao quadro de servidores estatutários – plano de carreira do quadro geral do magistério, funcionários do quadro celetista, contratados pelo regime da CLT, cargos em comissão do DCA’s, aposentados e pensionistas e contratos temporários e emergenciais em 2% (aprovado – Lei Municipal nº 2.748/18);
  • Leitura e votação do PL Municipal 005/18, que define o percentual de reposição dos conselheiros tutelares em 2% (aprovado – Lei Municipal nº 2.749/18);
  • Leitura e votação do PL Municipal 006/18, que autoriza a contratação temporária de três Agentes Educacionais por 180 dias (aprovada – Lei Municipal nº 2.750/18).Mesa diretora e o assessor jurídico Rodrigo Ruschel (E). Foto em destaque: presidente da LF, Nair Marangon, reivindicou melhorias para a entidade