Região
Caminhoneiros fecharam as rodovias
5 agosto 2017 | Região
Compartilhe:

Caminhoneiros protestam em diversos pontos do país e do Estado desde a última terça-feira (1º), aderindo ao manifesto contra o aumento dos impostos dos combustíveis. Dia 20/7, o Governo anunciou decreto que aumentou alíquota do PIS e Cofins sobre os combustíveis, o que resultou em majoração de R$ 0,41 por litro de gasolina, de R$ 0,21 no diesel e de R$ 0,20 no etanol.

Um juiz da 20ª Vara Federal de Brasília suspendeu a decisão no dia 25/7, mas a Advocacia Geral da União (AGU) acabou recorrendo e no dia seguinte o Tribunal Regional Federal anulou a decisão que suspendia o aumento. A mobilização pede, ainda, maior segurança nas estradas e preços mais dignos para o frete, dentre outras reivindicações.

Foram registrados bloqueios em Camaquã, Guaíba, Cristal, São Luiz Gonzaga, Carazinho, Mato Castelhano, Santa Maria e Pelotas, Cruz Alta, Rosário do Sul e Palmeira das Missões. Se teve notícias também de bloqueio em Espumoso na tarde de ontem.

Em Ibirubá, foi feito um bloqueio parcial na quinta-feira (3), quando representantes da categoria profissional iniciaram manifesto solicitando adesão dos demais caminhoneiros que cruzavam defronte o Posto Cotribá na ERS 223, convidando-os a estacionar no pátio por algumas horas. O movimento foi pacífico e ordeiro no município, mas em outros locais há relatos de pessoas armadas e ameaças.

Fotos: Rodrigo Soares